segunda-feira, 28 de julho de 2014

Resenha: livro "É Agora... Ou Nunca", Marian Keyes

     Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "É Agora... Ou Nunca", escrito pela Marian Keyes e publicado no Brasil pela Editora Bertrand Brasil.
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho
     O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de três amigos: Katherine, Tara e Fintan, todos na casa dos trinta anos. Eles se conhecem desde a adolescência e saíram do interior da Irlanda para morar em Londres. Lá, cada um foi construindo sua vida, mas sempre mantendo a forte amizade.
     Katherine trabalhava na área financeira de uma agência de publicidade, era linda mas seus relacionamentos não duravam muito, uma mulher com mania de organização e durona que não dava chance para qualquer um. Afinal, seu coração já fora partido uma vez.
     "É claro que o seu trabalho ajudava muito. Um mundo perfeitamente organizado, onde só haviam números e jamais sobravam pontas soltas. Quando as contas batiam todas, você sabia que não tinha erro; simplesmente não havia lugar para dúvida. Era lindo!" (página 150)
     Tara estava em um relacionamento fracassado com Thomas, um cara mão de vaca que só a colocava para baixo. Portadora de uma compulsão alimentar espantosa, seu manequim só ia aumentado, reflexo de sua infelicidade no relacionamento. Por já ter passado dos 30, achava que se deixasse Thomas, nunca mais encontraria outro pretendente.
     Tara é a personagem mais engraçada, na tentativa de emagrecer, faz cada loucura! Mas eu fiquei bem assustada com a quantidade de coisa que ela conseguiu comer em uma de suas crises, muito assustada mesmo!
     Fintan, gay, era o único com um bom relacionamento amoroso, parecia o mais feliz dos três. Até que ficou gravemente doente. Ao ver sua vida ameaçada, ele resolveu dar um empurrãozinho para arrumar a vida de suas amigas, já que elas sozinhas pareciam não querer enxergar as oportunidades que perdiam.
     "— Sei que vocês duas me odeiam — e lançou um sorriso para ambas —, mas se pudessem ver as coisas do jeito que eu vejo, ficariam muito revoltadas pela forma com que estão desperdiçando suas vidas. Vocês mantêm o sofrimento em nível moderado porque acham que, em algum momento do futuro, as coisas vão todas se encaixar sozinhas e a vida vai ficar perfeita." (página 325)
     Fintan quer que Tara livre-se de Thomas, e que Katherine deixe de ser uma mulher de gelo e abra de vez seu coração para Joe Roth (colega de trabalho dela, lindo, um mocinho de arrancar suspiros).
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho, crítica, contracapa

     "É Agora... Ou Nunca" tem quase 600 páginas, por mim poderia ter o dobro do tamanho que eu continuaria lendo, gostei tanto do livro que não queria que acabasse. Poderia acompanhar Katherine, Tara, Fintan e os outros personagens para sempre.
     Marian Keyes escreve de uma forma que a gente não vê o tempo passar. Ela não tem medo de ser engraçada. Sabe escrever cenas que me fizeram dar gargalhadas, como quando Tara vê um anúncio dizendo que banho de lama faz emagrecer. Ela toma o bando de lama na hora de almoço, tem que voltar pro trabalho toda suja e ainda fazer cara de paisagem e fingir que nada está acontecendo.
     Marian Keyes também sabe falar de assuntos sérios, como doenças, traumas e preconceito. E nos faz refletir sobre nossa própria vida através dos personagens.
     E a autora ainda traz reviravoltas para a história, quando a gente acha que nada mais pode acontecer, uma peça se move e alguma coisa nova é revelada. O livro guarda surpresas até o final.
     "- Quem se importa se é ruim para o cabelo? É ruim para a sua sobriedade! - exclamou. - Um tremendo desperdício de uma boa Smithwick's!
     - Mas eu quero que o meu cabelo fique legal para a discoteca - argumentou Tara.
     - Pode acreditar em mim, o seu cabelo vai parecer muito melhor se você beber a cerveja - replicou Fintan. - Pelo menos, vai parecer muito melhora para você." (página 183)

     O livro é dividido em capítulos curtos, as folhas são brancas e o tamanho das letras e das margens é bom. A capa tem tudo a ver com a história.

     Algumas pessoas me perguntaram se "É Agora... Ou Nunca" seguia a mesma linha de "Melancia", livro mais famoso da autora. Fazendo uma breve comparação, "É Agora... Ou Nunca" é bem mais agitado do que Melancia, tem um número maior de personagens e conflitos.

     Enfim, gostei muito e recomendo "É Agora... Ou Nunca" para quem busca uma história linda e divertida, sobre amizade, com um pouco de romance; um livro sobre pessoas aprendendo a valorizar a vida e em busca da felicidade.

     Detalhes: 588 páginas, ISBN: 8528612120, Skoob. Onde comprar online: Submarino, Americanas.

     Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Alguém aí já leu "É Agora... Ou Nunca"?

Me acompanhem nas redes sociais:

domingo, 27 de julho de 2014

Links da semana + como me saí na Maratona Literária 3.0


     Olá pessoal, tudo bem? Hoje trago uma lista com links de posts que vocês vão gostar de ler:

     → No Cappuccino e bobagens o assunto é doação de órgãos, você sabe como ser um doador?.
     → No Everyday Things tem post sobre o projeto 101 em 1001.
     → No Mais Cafeína tem resenha do livro Peça-me o que quiser.
     → No Quero Ser Alice tem um ensaio fotográfico: Um sorriso, ou dois e um violão.
     → No Calma & Respira tem novidade: Esmaltes de Christian Louboutin.
     → No Garota Agridoce  tem a Tag: Café com Sabor de Livros.
     → No Ispirala tem post sobre CHARLIE TODD.

     Nessa última semana estive participando da Maratona Literária 3.0, como disse no post de apresentação, minha meta era ler dois livros: "Perdão, Leonard Peacock" do Matthew Quick e "Tem Alguém Aí?" da Marian Keyes. Um total de 826 páginas.
     Resultado: terminei "Perdão, Leonard Peacock", mas ainda estou na metade de "Tem Alguém Aí?". Não alcancei a meta mas aumentei meu ritmo de leitura.
     Acabei mudando pouca coisa na minha rotina por causa da maratona, não levei livros para o trabalho, não fui dormir mais tarde, só me comprometi a ler todos os dias. Tem feito muito frio em Liberdade (tipo uns dez graus), o que me faz querer só ficar escondida debaixo do cobertor.
     De qualquer forma, foi muito bacana participar pela primeira vez da Maratona Literária. Pretendo participar outras vezes.
     Alguém aí também participou? Como se saiu? E vocês, encontraram ou fizeram algum post bacana na última semana? Deixa o link nos comentários.

Me acompanhem nas redes sociais:

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Conheça a Editora Cia do eBook, a nova parceira do blog

     Olá pessoal, tudo bem? Hoje venho apresentar a nova parceria do blog: a Editora Cia do eBook. O site da Cia do eBook está sendo lançado hoje.

Editora, Cia do eBook, desconto

     Mercado das letras ganha a Editora Cia do eBook
     Chega ao mercado para comemorar o dia do escritor, nesta sexta-feira (25), uma nova editora focada em soluções digitais no mercado editorial, a Cia do eBook.
     A proposta da empresa é oferecer serviço completo na área de criação, editoração, publicação e distribuição de eBooks, tanto para quem começa a carreira quanto para aqueles que desejam transformar obras impressas em livros digitais. O foco dos novos negócios se estende, também, a blogueiros e editoras que pretendem adentrar no mercado digital.
     A Cia do eBook acredita no potencial da leitura e, principalmente, em sua missão de propagar e aumentar o número de autores nacionais com acesso aos eBooks, oferecendo oportunidade, cultura e lazer.

     Para comemorar o Dia do Escritor e seu lançamento, a editora está oferecendo cupons de 50% de desconto para os três primeiros autores que solicitarem a produção de suas obras. E mais: ao publicar com a Cia do eBook, além de contar com serviço editorial completo, o autor concorre ao sorteio de um Kindle Paperwhite no final do ano.
     Código promocional 50% de desconto: PL01 CP97 0393
     Acesse e conheça a nova editora: www.ciadoebook.com.br.
     Facebook: https://www.facebook.com/CiadoeBook.
     Twitter: https://twitter.com/ciadoebook.

     Os leitores do blog que tiverem a intenção de publicar com a Cia do eBook podem aproveitar o código promocional P097 C005 0074 e conseguir 7% de desconto.

     Espero que vocês tenham gostado da novidade.

Me acompanhem nas redes sociais:

quinta-feira, 24 de julho de 2014

5 perguntas para Thais Lopes, autora do livro O Ciclo da Morte #SemanaOCicloDaMorte

     Olá pessoal, tudo bem? Hoje trago uma espécie de entrevista, cinco perguntas feitas por blogueiros para a escritora Thais Lopes.
     Se alguém não lembra ou não viu o primeiro post da #SemanaOCicloDaMorte, vou colocar novamente a sinopse do  livro da Tais:
     Sinopse: Um anúncio de aluguel faz com que Lucio, um vampiro caçado pelo primogênito de sua raça, conheça Kelene. Mas ela não é apenas uma jovem humana, da mesma forma que Lucio não é um vampiro qualquer.O que Kelene não imaginava era que Lucio estivesse ligado a uma figura de seu passado, e que uma armadilha antiga estivesse de volta. O que Lucio não esperava era que Kelene fosse a arma que precisavam para destruí-lo, ele que estava além da própria Morte. Quando a verdade começa a vir à tona, não há como fugir. As respostas estão no passado, entre as memórias proibidas de Lucio e os segredos que transformaram Kelene no que ela é. Mas o que alguém pode fazer quando a própria Morte está ameaçada?

     5 perguntas para Thais Lopes
     1. Da onde você tirou as idéias para o seu livro?
     De uma conversa no celular, com uma amiga. Brincando, ela perguntou “imagina dividir o apartamento com um vampiro?” e 5 minutos depois eu estava escrevendo a cena da primeira conversa de Lucio e Kelene no apartamento. E então uma amiga postou o começo de um livro dela (Amor e Morte, da Letícia Marques) e a ideia terminou de criar forma.

     2. O que você espera que leitores sintam ao ler o seu livro?
     Espero que consigam mergulhar na história, da mesma forma que eu mergulho quando estou escrevendo, e que consigam tirar dela alguma coisa para levar para a vida (ser fantasia não impede isso haha)

     3. O Ciclo da Morte é seu primeiro livro lançado, mas é seu primeiro escrito? Quando isso começou? E qual são seus planos para a próxima continuação da série? O que os leitores devem esperar?
     Nossa, está longe de ser o primeiro! Antes dele escrevi cinco livros de uma série de fantasia/ficção científica (que foram escritos e reescritos mais vezes do que me lembro – comecei a escrever essa história com 11 anos, poxa!), e dois livros de outra série de fantasia. Um dia desses tiro a poeira deles (e de outras coisinhas que estão aqui)
     Bom, a continuação da série já está bem adiantada, digamos assim. O segundo livro, Herança de Fogo, está praticamente terminado, e já comecei a rascunhar o terceiro. Entre os livros 2 e 3 tenho dois “contos” grandinhos (maiores que o A Revelação), para explicar alguns fatos que só vão ser mencionados no livro 3. E sim, vai ser trilogia, pelo menos por agora.
     A série Santuário da Morte não é a série da Kelene e do Lucio, o título foi proposital. Os livros contam a história do Santuário, sua influência no mundo humano e na vida das pessoas ligadas a ele. Ou seja, podem esperar mais surpresas haha Alguns personagens secundários vão ganhar destaque, novos personagens vão surgir, outros povos do Outro Mundo vão aparecer também. (Mas ninguém vai sumir, antes que apareça alguém querendo me matar rs) A relação entre a humanidade e os povos do Outro Mundo vai voltar a ser uma questão importante, que vai fazer uma diferença muito grande no rumo das coisas.

     4. O que os leitores devem esperar do seu livro? Muito romance? Muita ação? De seu ponto de vista.
     Eu não escrevo romance, não no sentido de montar a história já pensando no casal ou no triângulo amoroso ou qualquer coisa do tipo. Eu tenho histórias a contar, e acontece de elas terem alguma coisa de romance no meio. Então falando assim, eu diria que, com certeza, mais ação que romance.

     5. De todas as suas experiências com o mundo ''geral'' da leitura (editoras, publicações, edições, publicidade). Qual é a sua dica para quem está começando agora? 
     Leia muito, escreva muito. Guarde o que escreveu, leia muito, volte uns meses depois e releia aquilo criticamente. Repita quantas vezes achar necessário.
      Mas o mais importante é: não desistir nem com o primeiro, nem com o décimo não. Os “nãos” têm que ser o incentivo para correr atrás e melhorar ainda mais. E também não pirar com o primeiro sim, mas parar para ver os detalhes por trás dele rsrs.


     Sábado ocorrerá o lançamento virtual do livro num evento no Facebook, confirmem presença aqui.
     E aproveitem: o livro "O Ciclo da Morte" em ebook pode ser baixado gratuitamente na Amazon, é só clicar aqui, mas corram que é por tempo limitado. Eu já baixei, assim que terminar a leitura faço a resenha para vocês.
     Vamos ler "O Ciclo da Morte"?

Me acompanhem nas redes sociais:

terça-feira, 22 de julho de 2014

Caixa de Correio: livros de junho

     Olá pessoal, hoje venho mostrar os livros que recebi no último mês. Foram dois empréstimos, um book tour e um ganhado em um sorteio.
Caixa de Correio, livros, junho, blog, Pétalas de Liberdade

     - Uma Chance a Mais, Ângela Aguiar, Editora Sollo Editorial, ISBN: 9788567529004, 2013, 214 páginas, Skoob. Onde comprar online: Amazon (ebook).
     Recebi o livro pelo Book Tour organizado pela editora. Quando terminar a leitura, resenharei para vocês.
Uma Chance a Mais, Ângela Aguiar, Sollo Editorial, livro, romance, capa, sinopse
     Sinopse: Até onde você é capaz de chegar por um amor verdadeiro? Elena encontrou com sua alma gêmea em seu primeiro dia de faculdade, mas não da forma tradicional. Era amor, ela soube no mesmo instante em que olhou dentro de seus olhos. Felipe soube que Elena era sua destinada desde o primeiro instante em que a viu, antes do seu primeiro dia de faculdade. Um amor irresistível, calmo, sereno, mas que arrebatou os dois sem que percebessem. Nada poderia jamais os separarem certo? Talvez.... Anos se passam e as lembranças, a dor a perseguem. Elena acredita que não existe esperança. Ela acredita que não merece ser feliz, que sua alma se foi.Ela pensa que um juramento feito em um momento de desespero, a anos atrás, não poderá cumprir. E é nestes momentos mais difíceis que ela descobre em seus amigos,uma esperança. E de repente um anjo aparece em sua vida, ou melhor ela cai em seus braços,a deixando perturbada mexendo com seus sentimentos e a vida dela começa a mudar totalmente. Apesar de não aceitar a presença do decidido Igor Lins, ele está disposto a provar a ela que a vida continua, e a cada dia é único.Como se deixar ser feliz? Como se reencontrar? Como se deixar amar? Elena vai descobrir ou esse será seu destino? Ame,se apaixone, se emocione e dê boas risadas mais acima de tudo descubra que não importa a dificuldade... há sempre ‘’Uma Chance a Mais’’de ser feliz!

     - A Mulher do Tenente Francês, John Fowles, Editora Record, ISBN: 9788560281374, 1982, 430 páginas, tradutora: Regina Regis Junqueira, SkoobOnde comprar online: Saraiva (edição da Editora Alfaguara).
     "A Mulher do Tenente Francês" é um romance com dois (ou seriam três?) finais! É isso mesmo, um livro com dois finais diferentes! Por isso me interessei por ele e peguei emprestado. Já li e em breve resenharei para vocês.
A Mulher do Tenente Francês, John Fowles, Record, livro, capa, sinopse, romance, era vitoriana
     Sinopse: Uma história escandalosa para os padrões e regras rígidos da Inglaterra vitoriana do século XIX. Sarah Woodruff é a mulher à qual o título se refere. Acostumada a vagar sem rumo pela costa de uma cidadezinha portuária, ela é considerada louca por alguns moradores do local. Já entre outros, ela é mal-falada, pois foi abandonada por um tenente francês que a desonrara, pro-metendo-lhe voltar. Sarah, em suas caminhadas, parece ainda ter esperança de que seu amado irá reaparecer. Todo este mistério que envolve Sarah conquista Charles, um nobre vitoriano que, de passagem pela cidadezinha ao lado de sua noiva, encanta-se com a enigmática figura da mulher abandonada. A partir daí, surge uma trama intensa recheada de paixão, loucura e perda. Porém, A Mulher do Tenente Francês talvez não tivesse tanto prestígio se, paralelamente a esta história, Fowles não houvesse estruturado sua forma de contá-la a partir de comentários sobre o comportamento dos personagens, intervenções críticas em meio ao enredo e de um leque de opções que levam o romance a diferentes destinos finais. Quebrando a estrutura narrativa clássica, ele consegue transformar o papel do narrador, que já não é mais uma voz neutra, mas também comanda sua história e faz parte dela.

     - Garota Replay, Tammy Luciano, Editora Novo Conceito, ISBN: 9788581630076, 2012, 144 páginas, Skoob. Onde comprar online: SubmarinoSaraiva.
     Já fazia tempo que queria ler "Garota Replay", peguei emprestado, já li e resenharei em breve. É um livro bem infanto-juvenil.
Garota Replay, Tammy Luciano, Editora Novo Conceito, livro, capa, sinopse
     Sinopse: Thizi é uma garota do bem, apaixonada pela vida. Mas, após uma madrugada trágica, sente que tudo à sua volta desmorona. Descobre que Tadeu, seu namorado, beijou uma garota em uma noitada e quebrou o nariz de Tito, melhor amigo de Thizi, quando soube que ele fotografou a prova da traição. Na mesma noite, Tadeu dirigiu bêbado e causou grave acidente, que deixou o amigo Gabiru em coma. Em meio a tanta decepção, Thizi encontra uma Replay de si mesma, uma igual. Agora, não mais a única do planeta, ela se sente a pessoa mais solitária do mundo e precisa entender que só o amor tem o poder de provocar as melhores mudanças. Garota Replay trará reflexões para desvendar os segredos da vida de Thizi. E da sua também...

     - Best Seller, Will Rhode, Editora Bertrand Brasil, ISBN: 852861221X, 2006, 420 páginas, Skoob. Onde comprar online: Americanas.
     Ganhei "Best Seller" em um sorteio realizado por uma amiga, ainda não li mas me parece interessante. Alguém já conhecia o livro?
     Sinopse: Uma grande história precisa de bons temperos como diamantes, belas mulheres, traições e drogas. E, para completar um cenário fascinante como a Índia, não há melhor protagonista do que um playboy inglês chamado Josh. Ele não tem emprego, nem quer arranjar um, mas, em contrapartida, possui um imenso talento para entrar em confusões, além de um pai rico que se suicidou por overdose de Viagra.
     Josh King se acha um pouco como Homer Simpson, pois está longe de ser um galã e seu hobby preferido é... não fazer nada. Mas a morte de seu pai trouxe o fim dos tempos de fartura - ele agora vive totalmente liso, sem nenhum centavo no bolso. No testamento, o pai deixou claro que o filho teria direito à metade da herança, com uma condição - precisaria escrever um livro que fosse um bestseller. Parece uma missão impossível, já que, a cada cinco mil livros publicados por ano, apenas dez se transformam em estrondosos sucessos.
     A busca paranóica por uma grande história se torna, assim, a única razão para Josh retornar a Déli. Naquela cidade aconteceu o seu primeiro encontro com a literatura, ou algo próximo disso - pelo simples fato de ser branco e inglês, ele trabalhou no jornal indiano Hindu Week. Ser repórter, no entanto, é apenas uma desculpa para se envolver com o tráfico de drogas e ganhar a confiança de Sohrab - mais conhecido como Baba, um grande traficante que passou por Hollywood. Mas sua relação com o crime organizado só se torna verdadeiramente profunda graças à maravilhosa Yasmin, uma linda mulher que chama a atenção pelas curvas de seu corpo e os olhos verdes. A atração de Josh foi fatal, transformando sua vida num inferno psicodélico que leva mente e corpo aos limites... e além. Será que isso já é inspiração suficiente para um grande Bestseller?

     Por hoje é só. Quais desses livros vocês mais gostaram, já leram ou tem vontade de ler? Quem tem uma dica de leitura para me dar?

Me acompanhem nas redes sociais: