TOP COMENTARISTA DE ABRIL

TOP COMENTARISTA DE ABRIL
Seu comentário pode te dar o livro "Ninfeias Negras", clique na imagem para saber como participar! E quanto mais você comentar, mais chances tem de ganhar!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Parceria com a editora Giostri

   Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é para falar sobre uma coisa que me fez ficar bem feliz: a parceria com a editora Giostri.
   Desde que voltei para o mundo dos livros e decidi fazer da leitura um hábito, tenho não só lido mais livros como também pesquisado mais sobre eles. Seja pelo Skoob, sites ou blogs, estou sempre lendo sobre autores, editoras e obras.
   Nessas andanças literárias, conhecia a Giostri (gostei do nome), curti a página da editora no Facebook para poder acompanhar as novidades. Vocês sabiam que a Giostri é a editora do livro "Crimes no Horário Nobre - Um passeio pela obra de Silvio de Abreu"?
Livro, Sílvio de Abreu, novela, lançamento
Foto do lançamento por Jota Bruno, mais fotos nesse álbum.
   Algum tempo depois depois de curtir a página, vi uma postagem dizendo que a seleção para blogs parceiros estava aberta, decidi me inscrever e fui selecionada! Imaginem minha alegria ao ver o nome do meu blog na lista!
   * Dica essencial para blogueiros que querem conseguir parcerias com editoras: acompanhem as editoras nas redes sociais para saber quando os processos de seleção estarão abertos.
   Olha o que já recebi da editora:
kit, parceria, giostri, editora, livro
   Ganhei três marcadores de livros da Giostri; de um lado é o marcador de um livro, do outro lado é de outro:
marcadores de página, Giostri
Livros dos marcadores: Xô depressãoOlho por olhoOtto e malas trocadas.
   Veio um folheto falando um pouco sobre a história da editora e os livros de cada gênero publicado por ela, dá pra  baixar ou lê-lo online clicando aqui.
folheto, Giostri, catálogo, livros
    Sobre a Giostri:
   E recebi o livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" (Mike Ross) para resenha:
Crimbfuor - Chegada a Atrithar, Mike Ross, Giostri, resenha, livro, fantasia
   Sinopse: "Quando Peter Wine volta para casa sem memória, após ter entrado na Mansão Crimbfuor, James Tombbey começa a suspeitar que talvez a casa em frente a sua seja realmente perigosa. Conversas com Serafina, uma vizinha que sabe mais do que demonstra, e mensagens de uma ruiva misteriosa corroboram para deixá-lo ainda mais intrigado. Mas, somente quando a mãe de James é atingida, o garoto se vê forçado a invadir a mansão em busca de algo que ele mesmo não sabe o que é. Juntamente com sua amiga, Judith, e o menino, Ted, James descobre que o portal para um mundo fantástico o espera dentro daquelas paredes. Novas identidades, aventuras, desafios e perigos é o que encontrarão em Atrithar." 
   Onde comprar online; ISBN: 9788581082301; 295 páginas.
Crimbfuor - Chegada a Atrithar, Mike Ross, Giostri, orelha interna, marcador de página, livro
   Gente, que capa bonita! Veio um marcador na orelha do livro, adivinhem quem está com dó de ter que destacá-lo? A resenha de "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" deverá ser publicada no blog semana que vem.
   Para saber mais sobre a Giostri acessem o site: www.giostrieditora.com.br, o blog: www.giostrieditora.blogspot.com.br, Twitter: @Editoragiostri e página no Facebook: www.facebook.com/giostrieditora.
   Alguém já leu algum livro da Giostri? Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado do post.
 @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Como foram os shows da Expoliber 2013

   Já faz mais de um mês, mas eu precisava fazer esse post, deixar registrado aqui no blog como foram os shows da Exposição Agropecuária desse ano na minha cidade, Liberdade (MG). Quem lembra desse post publicado no mês passado sobre as minhas expectativas para a festa?
   Foram cinco dias de festa. Não fui na quarta-feira (17/07), tinha que trabalhar o resto da semana. Na quarta teve show da Banda Akila (que é daqui da minha cidade, tem vídeo no YouTube) e show da Banda Smouke (vídeo no YouTube).

   Quinta-feira teve show do Ventania e, como já previa, não gostei do show. Não tem uma música que ele tenha cantado que eu posso dizer que achei legal, as letras só falam de loucos, cogumelos, etc. Não faz meu estilo, se existem dois tipos de pessoas: os loucos e os caretas, eu sou careta.
Cantor Ventania, Expoliber, Liberdade, 2013
   Depois foi a apresentação da banda Madame Zero ; fiquei esperando o show inteiro para ver se eles cantariam "A menina que ama" e eles não cantaram, o show foi legal, mas fiquei triste por não terem cantado a música que tanto esperei.
   Conclusão de quinta-feira: era melhor eu ter ficado em casa, não teria passado frio e ainda teria dormindo mais e acordado com menos sono na sexta.

   Sexta-feira foi o dia do show do Nando Reis, eu estava com medo de me decepcionar novamente, esperei tanto por esse show. Mas, felizmente, foi ainda melhor do que eu esperava!
   O Nando Reis cantou por quase duas horas, cantou todas as músicas que eu conheço dele, cantando ao vivo ele é tão bom quanto eu via na tv ou ouvia no rádio.
   Dos vídeos do show que encontrei na internet:

   Fiz um pequeno vídeo, menos de um minuto de gravação, a imagem ficou meio ruim mas dá pra ver o Nando Reis sorrindo em uma parte da música. Achei lindo ver que ele canta com emoção, principalmente as músicas mais românticas. 
   As fotos não ficaram muito boas, a melhor eu já mostrei nesse post, foi essa:
Nando Reis, Expoliber, 2013, Liberdade, show
   Certamente irei num outro show dele se tiver oportunidade. Cantor e banda simpáticos e músicas com boas letras e melodias!
   Depois foi a vez da banda Ultra Volts, já conhecia o trabalho deles e gostei do show.

   Sábado, 20/07, a dupla Wilker e Wendel com participação do Wellington Viana abriram o show da dupla Rionegro & Solimões.
Wilker, Wendel, Wellington Viana, show, expoliber, 2013, Liberdade
   Wilker, Wendel e Wellington são meus primos! Acompanho desde o começo o sonho deles de serem cantores, o tamanho do amor pela música, as dificuldades que eles já passaram para poder estar no palco. Fico super feliz e orgulhosa ao ver que eles estão cantando e tocando melhor a cada dia, e que estão tendo reconhecimento por isso.
   Gostei muito do show da dupla Rionegro & Solimões. O Rionegro canta muito! O Solimões também canta bem, mas faz muita graça e caretas, é o engraçado da dupla (e finalmente encontrei um cantor menor que eu, não cheguei perto dele, mas pelas fotos que vi, sou mais alta que ele). Não consegui fazer nenhum vídeo que ficasse bom :( .
Rionegro e Solimões, show, música, liberdade, expoliber, 2013
Rionegro e Solimões, show, música, liberdade, expoliber, 2013
   As caretas do Solimões:
Rionegro e Solimões, show, música, liberdade, expoliber, 2013
   Sábado estava animado! O último show foi da dupla Jô e Samuel.

   Domingo, último dia de festa, teve Canta Liberdade (que são apresentações de músicos da cidade). Depois teve Bruno Mello e Joel Jr.
   No geral, a Expoliber desse ano foi muito boa. Não vi nenhuma briga ou confusão; não choveu; não estava muito frio; para uma cidade pequena como a minha, teve muita gente e shows para todos os gostos.
   Agora é esperar o próximo ano para ter Expoliber novamente. Mas mês que vem já tem festa de novo, a maior da cidade: o Jubileu do Senhor Bom Jesus do Livramento, também conhecido como Festa de Setembro.
Jubileu do Senhor Bom Jesus do Livramento, festa de setembro, liberdade mg, 2013
 Matéria do jornal Correio do Papagaio sobre a Expoliber, clique aqui para ler.
Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Caixa de correio: livros novos de julho

   Olá pessoal, tudo bem? Já estamos quase no fim do mês, mas o post de hoje é para mostrar os livros que recebi no mês passado.
   Em julho foram 6 livros recebidos, só tem 5 na foto porque quando fotografei já tinha devolvido o livro "A menina que roubava livros" que peguei emprestado. Tem resenha dele aqui.
- "On the road - Pé na estrada", autor: Jack Kerouac, editora: L&PM, 380 páginas. ISBN: 8525413208. Página no Skoob. Onde comprar online: AmericanasSubmarino.
   Sinopse: "Sal Paradise é o narrador de On the road - pé na estrada. Ele vive com sua tia em New Jersey, Estados Unidos, enquanto tenta escrever um livro. Ele é inteligente, carismático e tem muitos amigos. Até que em Nova York ele conhece um charmoso e alucinante andarilho de Denver de personalidade magnética chamado Dean Moriarty. Dean é cinco anos mais novo que Sal, mas compartilha o seu amor por literatura e jazz, e a ânsia de correr o mundo. Tornam-se amigos e, juntos, atravessam os Estados Unidos, deparando-se com os mais variados tipos de pessoas, numa jornada que é tanto uma viagem pelo interior de um país quanto uma viagem de auto-conhecimento - de uma geração assim como dos personagens."
   Esse livro vocês já devem ter visto no blog, peguei emprestado, já li e fiz resenha (para quem ainda não viu é só clicar aqui.

   - "A cabana", autor: William P. Young, editora Arqueiro, 176 páginas. Página no Skoob.
   Sinopse: "A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe... leia mais uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele."
   Essa capa é linda! Esse não foi comprado para mim, mas sim para o estoque da Livraria Pétalas de Liberdade (para quem não sabe, tenho uma pequena loja onde vendo livros). Quem quiser comprar, é só acessar a Livraria Pétalas de Liberdade clicando aqui. Custa R$13,00 e o frete é baratinho.

   - "Ponto de Impacto", autor: Dan Brown, editora Sextante, 400 páginas, Página no Skoob.
   Sinopse: "Quando um novo satélite da NASA encontra um estranho objeto escondido nas profundezas do Ártico, a agência espacial aproveita a descoberta para contornar uma série crise econômica e de credibilidade, gerando sérias implicações para a política espacial norte-americana e, sobretudo, para a iminente eleição presidencial. Com o objetivo de verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca envia a analista de Inteligência Rachel Sexton para o local. Acompanhada por uma equipe de especialistas, incluindo o carismático pesquisador Michael Tolland, Rachel se depara com indícios de uma fraude científica que ameaça abalar o planeta com uma profunda revelação. Antes que Rachel possa falar com o presidente dos Estados Unidos, ela e Michael são perseguidos por assassinos profissionais controlados por uma pessoa que é capaz de tudo para encobrir a verdade. Em uma fuga desesperada para salvar suas vidas, a única chance de sobrevivência para Rachel e Michael é desvendar a identidade de quem se esconde por trás de uma conspiração sem precedentes."
   "Ponto de Impacto" também foi para a Livraria Pétalas de Liberdade, quem quiser comprar é só clicar aqui, custa R$20,00.

   - "Agapinho", autor: Padre Marcelo Rossi, editora Globo, 88 páginas. Página no Skoob.
   Sinopse: "Na edição infantil, o padre faz uma cuidadosa adaptação do conteúdo de seu best-seller para tratar de assuntos que fazem parte de um boa formação religiosa e cidadã: verdade, justiça, perdão, bondade, solidariedade e confiança. Os temas são apresentados à luz de doze passagens do Evangelho de São João, entre elas A multiplicação dos pães, Ressurreição de Lázaro, Crucificação e Aparição aos discípulos. Os trechos das passagens bíblicas são ponto de partida para falar sobre os ensinamentos de Jesus e discutir os assuntos abordados. Padre Marcelo sempre destaca a importância e a força da oração nos momentos mais difíceis da vida. Ao final de cada capítulo, o leitor encontra uma oração escrita especialmente para o público infantil."
   "Agapinho" foi o terceiro livro comprado para a Livraria Pétalas de Liberdade, mais um sucesso de vendas do Padre Marcelo Rossi. Quem quiser comprar é só clicar aqui (R$15,00). 

   Momento desabafo: sempre que estou escolhendo livros para colocar na Livraria Pétalas de Liberdade dá uma vontade de comprar um exemplar a mais para mim. Eu penso: tá barato, é legal, eu quero!!! Como controlar isso? Espero que com o tempo isso passe. #prontofalei

   - "Cisne", autora: Eleonor Hertzog, editora: Dracaena, 832 páginas. ISBN: 9788582180372. Página no Skoob. Onde comprar online: direto com a autora.
   Sinopse: "Ninguém sabe exatamente quais são os critérios de seleção da Escola Avançada de Champ-Bleux, mas não há como discutir sua eficácia. Seus exames de ingresso não erram nunca! Entre milhares de candidatos de todos os pontos da Terra, apenas duzentos e cinquenta são escolhidos a cada semestre. E, num mundo onde ser cientista é o maior status que alguém pode desejar, a Escola Avançada de Champ-Bleux forma aqueles que são disputados a peso de ouro. Doris e Henry Melbourne são cientistas formados por Champ-Bleux. Aparentemente, são biólogos marinhos. Aparentemente, suas vidas se centram no Cisne, barco de pesquisas onde moram com os filhos. E, também aparentemente, são terráqueos... Seus filhos acreditam em todas essas aparências – ao menos por enquanto. Seguindo os passos dos pais, os jovens Melbourne fizeram os exames de ingresso para Champ-Bleux. Enquanto, cheios de expectativa, aguardam os resultados para saber se ao menos um deles entrou na Escola Avançada, veem-se envolvidos numa questão diplomática entre Terra e Tarilian, o único outro mundo habitado que os terráqueos conhecem. Inesperadamente, o futuro das relações entre os dois mundos vai ser decidido em um barco no meio do oceano! Mal sabem eles que isso é apenas o começo... Logo precisarão decidir pela Terra inteira!"
   "Cisne" eu ganhei da Eleonor Hertzog, a nova autora parceira do blog, veio autografado e com marcadores. Imaginem minha alegria ao chegar em casa e ver um pacote enorme me esperando! Na foto abaixo vocês podem ver como até a etiqueta com endereço de entrega e o adesivo do papel que embrulha o livro são personalizados:
   "Cisne" é o primeiro livro da série "Uma Geração. Todas as Decisões". Ele tem mais de 800 páginas, o que pode assustar inicialmente; mas vi que as letras e margens são grandes (e ouvi dizer que a leitura flui muito rápido).Eu queria muito esse livro! Muitíssimo obrigada Eleonor!
   Vou deixar os links da Eleonor Hertzog para quem quiser conhecer um pouco mais do trabalho dela: blog -> www.eleonorhertzog.com.br , twitter -> @EleonorHertzog, facebook ->  facebook.com/UmaGeracaotodasasDecisoes.
   Ah, e uma novidade da autora:

Eleonor Hertzog lança Linhagens, o segundo livro da saga Uma Geração, Todas as Decisões.


   A autora gaúcha, Eleonor Hertzog, lança dia primeiro de setembro Linhagens, o segundo livro da saga Uma Geração, Todas as Decisões.  O lançamento será na Bienal do Rio de Janeiro, às 15 horas, no estande LetraImpressa / Era Eclipse (Q29 – Pavilhão Verde).  A autora ainda estará presente na Bienal todos os dias, para autografar seus livros. Além disso, estará presente também no estande da Editora Modo, no dia quatro de setembro, às 17 horas e no dia cinco às 20 horas.  O livro Cisne foi o primeiro da saga Uma Geração, Todas as Decisões. Com mais de 800 páginas, o livro foi um sucesso entre os leitores do país e Eleonor recebeu vários retornos de incentivo para continuar a saga. Sendo assim, Linhagens vêm com 700 páginas de muita aventura para os amantes da história! Eleonor ainda não decidiu quantos livros a saga terá, mas ainda vem muito aventura pela frente!
   Linhagens: E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos? E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas? Laços se estreitam, conflitos irrompem. Erros foram cometidos e o tempo está acabando. Nada é o que parece ser. Segredos emergem de Casas e Linhagens. Peggy corre grandes riscos e as consequências das próximas decisões podem colocar tudo em jogo. Os Melbourne mais uma vez terão que provar sua capacidade de resolver problemas. As consequências de cada decisão afetarão o Universo inteiro. Caberá apenas a Uma geração... Todas as decisões! 
   
   Esses foram os livros do mês passado. Mês que vem tem mais. Alguém tem ou já leu alguns desses livros? Espero que vocês tenham gostado do post. Bom final de semana!
   *Participem do sorteio do livro "A Culpa é das Estrelas" clicando aqui.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Resenha: "On the road - pé na estrada", Jack Kerouac

   Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "On the road (Pé na estrada)", escrito por Jack Kerouac e publicado no Brasil pela L&PM.
Livro On the Road, pé na estrada, Jack Kerouac, geração beat, lpm pocket, kristen stewart, walter salles
   Sinopse: "Sal Paradise é o narrador de On the road - pé na estrada. Ele vive com sua tia em New Jersey, Estados Unidos, enquanto tenta escrever um livro. Ele é inteligente, carismático e tem muitos amigos. Até que em Nova York ele conhece um charmoso e alucinante andarilho de Denver de personalidade magnética chamado Dean Moriarty. Dean é cinco anos mais novo que Sal, mas compartilha o seu amor por literatura e jazz, e a ânsia de correr o mundo. Tornam-se amigos e, juntos, atravessam os Estados Unidos, deparando-se com os mais variados tipos de pessoas, numa jornada que é tanto uma viagem pelo interior de um país quanto uma viagem de auto-conhecimento - de uma geração assim como dos personagens."
   Peguei esse livro emprestado porque o nome do livro e do autor me chamaram atenção: "On the road - Jack Kerouac", achei a sonoridade interessante.
   A história se passa nos Estados Unidos, na década de 40 (o livro foi publicado pela primeira vez na década de 50). Ela é contada por Sal Paradise, um jovem que mora com a tia, é escritor e tem vários amigos.
   Como seus amigos fazem na primavera, Sal decide também tirar umas férias e cair na estrada, viajar pegando caronas, isso se repete durante os anos seguintes. Algumas vezes sozinho, outras em companhia dos amigos; cruzando todo o país, passando por perrengues, ficando sem grana, arrumando trabalhos temporários, encontrando paixões, buscando diversão e conhecendo lugares e pessoas novas.
   "De repente, lá estava eu na Times  Square. Tinha viajado doze mil quilômetros pelo continente americano e estava de volta à Times Square; e ainda por cima bem na hora do rush,  observando com os meus inocentes olhos de estradeiro a loucura completa e o zunido fantástico de Nova York com seus milhões e milhões de habitantes"... (página 139)
   Um de seus amigos e companheiro de viagens é Dean Moriarty: um jovem que passou algum tempo num reformatório, que gosta de dirigir a 120 km por hora e que não se prende a nada por muito tempo, um perfeito irresponsável. Ou, na visão de Sal Paradise, um anjo desamparado, a raiz e a alma da Beatitude.
   Algumas palavras de Sal sobre Dean: "Amarguras, recriminações, moralidade, tristeza - tudo lhe pesava nas costas enquanto à sua frente descortinava-se a alegria esfarrapada e extasiante de simplesmente ser." (página 240)
   No livro também é mostrado um outro lado dessa juventude: a falta de responsabilidade com a família e de consideração com o sentimento dos outros, o vício e a degradação causada pelo uso de drogas, a alegria falsa e passageira seguida por momentos de depressão (será que nos anos 40 eles não sabiam que drogas são realmente uma droga!?). Não é só diversão, é melancolia também.
   Na contracapa do livro está escrito que ele foi "responsável por uma das maiores revoluções culturais do século XX", "um livro que transformaria milhares de cabeças, influenciando definitivamente todos os movimentos de vanguarda, do be pop ao rock, o pop, os hippies, o movimento punk e tudo o mais que sacudiu a arte e o comportamento da juventude na segunda meta do século XX". Isso não é incrível? Esse livro tem história! Dá pra entender; se até para mim foi impossível ler "On the road" sem ficar com um pouquinho de vontade de viajar, de viver aventuras e conhecer lugares novos, de experimentar a liberdade da estrada.
Capa do livro On the Road, pé na estrada, Jack Kerouac, geração beat, lpm pocket, kristen stewart, walter salles
   Leia mais um pouco sobre a importância e história desse livro:
  resumo, contracapa do livro On the Road, pé na estrada, Jack Kerouac, geração beat, lpm pocket, kristen stewart, walter salles
   Sobre a parte visual: achei a capa bonita; é uma edição de bolso/pocket, o que facilita para segurar e carregar o livro; as folhas são brancas; o tamanho das margens é bom; a letra é pequena mas não minúscula, dá para ler confortavelmente.
   Em resumo, "On the road" é uma viagem! Uma viagem incrível e alucinante, viagem para a década de 40 (faz tanto tempo e parece que muita coisa não mudou), viagem pelos Estados Unidos, viagem para dentro da cabeça dos jovens, viagem para dentro de si mesmo.
   Detalhes: "On The Road – Pé na Estrada", Jack Kerouac. Tradução: Eduardo Bueno. 380 páginas. ISBN: 8525413208. Editora: L&PM. Página no Skoob.
*Saiba mais sobre a Geração Beat clicando aqui.
Onde comprar online: Americanas apenas R$14,28; Submarino R$18,48 (sites onde o frete também é mais barato; preços pesquisados em 21/08/2013).
   Não sei se vocês sabem, mas ano passado estreou o filme "Na estrada", baseado no livro "On the Road". Dirigido pelo brasileiro Walter Salles e com Kristen Stewart, Garrett Hedlund e Sam Riley no elenco. Não vi o filme, mas pelo trailer, a história parece ser um pouco diferente da do livro.
   Alguém já leu o livro ou viu o filme? Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado do post. Ah, já estão participando do sorteio do livro "A Culpa é das Estrelas"? Se ainda não, é só clicar aqui.
Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade.

domingo, 18 de agosto de 2013

Sorteio: Livro "A Culpa é das Estrelas" - John Green

   Olá pessoal, tudo bem? Como disse no meu último post, hoje temos mais um sorteio, mais uma chance de vocês ganharem um livro super legal.
   A Marianne do blog Menina de Palavra escolheu alguns blogs para fazer um sorteio em parceria, entre eles, o Pétalas de Liberdade.
   O prêmio é o lindo livro "A Culpa é das Estrelas" (autor: John Green), além do livro, o vencedor receberá um brinde delicioso: uma caneca cheia de chocolates.
   Sinopse: A Culpa é das Estrelas - John Green
   "A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
   Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar."
   Eu já li esse livro e fiz resenha no blog (para ver a resenha clique aqui). É uma história encantadora, conquistou um lugar na lista dos meu favoritos!
   Para participar do sorteio é super fácil; é só seguir o blog da Marianne (www.meninadepalavra.com) e o meu blog Pétalas de Liberdade através do Google Friend Connect (clique em "Participar deste site" na barra lateral dos blogs, dá pra seguir com sua conta do Google, Twitter, Yahoo, etc.). Depois de seguir os dois blogs, preencha o formulário de inscrição clicando aqui  com seu nome, e-mail para contato e o nome do blog pelo qual você está participando (no caso, o Pétalas de Liberdade).
   As inscrições começam hoje, 18 de agosto, e vão até dia 18/09, o resultado sai dia 19. A Marianne vai divulgar a lista de blogs parceiros em sua fanpage (www.facebook.com/meninadepalavra), para ter mais chances, vocês podem participar por mais blogs. O envio do prêmio será feito pela Marianne.
   Alguma dúvida? Uma coisa eu digo: esse livro é lindo demais! Boa sorte pessoal!

ATUALIZAÇÃO: RESULTADO DO SORTEIO
A ganhadora foi Isabela Midori, confira clicando aqui.

* Tá cheio de livros novos e com um preço ótimo na Livraria Pétalas de Liberdade! O frete é fixo: apenas R$5,00 para todo o Brasil, aproveitem!


Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade. 

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Resultado do sorteio do livro "Babyji" (Abha Dawesar, Sá Editora)

   Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é para contar quem é o ganhador do livro "Babyji" (autora: Abha Dawesar, Sá Editora).
   Foram 69 inscrições, fiz o sorteio pelo site www.random.org e a ganhadora é:
   Parabéns Jéssica Coelho!
   A Jéssica cumpriu as regras direitinho e foi a ganhadora. Jéssica, vou entrar em contato com você por e-mail e você tem até segunda, dia 19, para me responder passando seu endereço para entrega; caso você não me responda dentro do prazo, um novo ganhador será sorteado. O envio do livro será feito pela Sá Editora.
   Muito obrigada pela participação de cada um. Muito obrigada Sá Editora!
   Quem não ganhou não precisa ficar triste, domingo já tem um sorteio novo no blog. O prêmio vai ser um livro super legal também, que eu já li e resenhei. Será que alguém adivinha qual é?
   Se alguém ainda não viu a resenha do livro, é só clicar aqui. Quem quiser comprar o livro online, pode encontrá-lo no site da editoraSaraivaAmericanasMartins Fontes.
   Acompanhe a Sá Editora na internet:
   Por hoje é só, até breve!
Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade. 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Conheça a fanpage "Cansei de ser gato"

   Olá pessoal, tudo bem? Começo o post lembrando vocês que amanhã é o último dia para se inscrever no sorteio do livro "Babyji", então, se você ainda não está participando, ainda dá tempo! É só curtir a página da Sá Editora, a página do blog e preencher esse formulário. Para ver a resenha do livro é só clicar aqui. O resultado sai na sexta-feira.
   Voltando ao assunto principal do post, quero apresentar para vocês uma página criada recentemente no Facebook: Cansei de ser gato.
   Já falei algumas vezes aqui no blog que tenho vários gatos em casa, atualmente são seis felinos; então, quando vi a página, curti na hora.
   A ideia é postar diariamente imagens de um gato que cansou de ser gato e decidiu ser alguma outra coisa. A frase da descrição da página é: "A vida é curta, mas eu tenho 7. Vou aproveitar para ser 1 coisa por dia!" E com o gatinho fofo e sacadas inteligentes e engraçadas, a página já tem mais de trinta mil curtidas!
   Separei algumas imagens postadas para vocês verem, é legal observar a composição do cenário:
   "Cansei de ser gato, virei o Felix. Pelas contas do rosário!" Olha o anjinho, o armário e a imagem da Santa Ceia. Link do post.
   "Cansei de ser gato, virei pai. Cuidar dos filhos, trabalhar, jogar bola e ainda cultivar esse bigode... não é pra qualquer um." Imagem postada no dia dos pais, olha que fofo a foto dos filhotinhos. Link do post.
    Cansei de ser gato, virei programador. </cansei>." Reparem na cara de concentração do gatinho. Link do post.
   "Cansei de ser gato, virei revendedor. Tenho uma oportunidade incrível pra você aumentar sua renda." Link do post.
   Essas são só algumas, tem várias outras imagens fofas e divertidas na página. Acessem: www.facebook.com/canseidesergato.
   Alguém aí já conhecia a página? Gostaram da indicação? Tem outras páginas legais para indicar?

Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+|SkoobGoodreadsBloglovinFlickr|  Livraria Pétalas de Liberdade. 

sábado, 10 de agosto de 2013

Resenha: "A menina que roubava livros", Markus Zusak

   Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "A menina que roubava livros" escrito pelo autor Markus Zusak e publicado no Brasil pela editora Intrínseca.
capa do livro A menina que roubava livros, Markus Zusak, Intrínseca, resenha, resumo, filme
"Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler."
contracapa do livro A menina que roubava livros, Markus Zusak, Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler.
   Esse é um livro bem conhecido e já faz muito tempo que eu queria lê-lo.Ele vai virar filme com estreia no Brasil prevista para o ano que vem. Finalmente consegui ele emprestado num livro viajante (book tour) no Skoob.
   Diferente dos últimos livros que li, onde o narrador era o personagem principal e ele mesmo contava sua história; nesse, o narrador é a morte, é ela quem nos conta a história de Liesel Meminger.
   Em sua apresentação, nossa "simpática" narradora diz "...em algum ponto do tempo, eu me erguerei sobre você, com toda a cordialidade possível. Sua alma estará em meus braços.(...) E levarei você embora gentilmente." (Já experimentei uma pontinha de medo na primeira página do livro, gente!)
   Acompanhamos a história de Liesel Meminger entre 1939 e 1943, período da Segunda Guerra Mundial. É numa rua pobre de uma cidade da Alemanha que Liesel vai morar aos nove anos, depois de ser adotada pelo casal Rosa e Hans Hubermann.
   É com seu pai, Hans, que Liesel aprende a ler e escrever, tudo por causa de um livro roubado pela garota. Na verdade, não foi roubado, o dono perdeu e a garota achou pouco depois. Ela tinha um motivo para pegar aquele livro, ele tinha um significado especial: a única recordação palpável de sua vida antes dos Hubermann. Depois desse primeiro, vieram outros livros, outros furtos.
   Rosa, a mãe de Liesel, tinha uma maneira estranha de demonstrar afeto; o pai era um homem muitíssimo mais incrível e bom do que todos pudessem imaginar, o cumpridor de promessas capaz de esconder um judeu em sua casa em plena guerra.
   Além dos pais, Liesel tinha Rudy, seu amigo, vizinho de rua e colega de escola. Juntos, eles viveram a infância e adolescência de crianças alemãs em uma época de guerra.
   Tudo o que sei sobre a Segunda Guerra foi o que aprendi na escola, um ou outro filme e algumas coisas que vi na tv. Sempre vi as coisas pelo lado dos judeus, dos países que foram contra Hitler, para que aquele louco fosse derrotado foi preciso atacar o país. Eu nunca tinha olhado a guerra pelo lado das pessoas que moravam na Alemanha e que não concordavam com Hitler, que não odiavam os judeus, mas que não podiam fazer nada: era o país deles, era o chefe deles. Esse era o caso da família de Liesel e de muitos moradores de sua rua Himmel.
   Todo o horror desse período está presente no livro: os bombardeios, a perseguição aos judeus, a situação dos pobres da Alemanha. E Liesel viveu isso. A morte também estava lá, tinha muito trabalho pra fazer. Acredito, a cada dia mais, que numa guerra ninguém vence.
"• UMA OBSERVAÇÃO PEQUENA •
PORÉM DIGNA DE NOTA
Ao longo dos anos,
vi inúmeros rapazes que pensam
estar correndo para outros rapazes.
Não estão.
Eles correm para mim." (Palavras da morte)
   Foram os livros que salvaram Liesel de várias formas, foram eles que aproximaram a garota do pai, foram as palavras que salvaram sua vida literalmente.
   Vocês sabiam que "A menina que roubava livros" é o livro mais abandonado do Skoob (que mais pessoas desistiram antes de terminar de ler)? Eu também tive vontade de parar de ler, tem horas que parecia que a leitura não rendia. Não achei o livro ruim, mas a história não me prendia. Primeiramente pensei que poderia ser o jeito do autor escrever, nunca tinha lido nada dele; depois pensei que pudesse ser pelo fato de a história ser narrada pela morte, por isso a narração distante, sombria e diferente. Mas o final compensou muito, consegui entender os motivos do jeito da narração.
   É na última parte do livro que a história ganha agilidade, é como se fosse uma charada: da mesma forma que Hans Hubermann dizia para Liesel continuar lendo, a gente também precisa continuar lendo se quiser encontrar o que faz o livro ser tão querido por tantas pessoas. Eu encontrei! Ri, tive vontade de chorar, me encantei. Liesel e Hans Hubermann entraram pra lista dos meus personagens preferidos.

   Sobre a parte visual do livro: achei muito bonito esse detalhe da lombada, a parte preta ao contrário do branco do resto da capa. O tamanho das letras e margens é bom. As folhas estão super amareladas por causa do tempo, não sei como eram quando o livro era novo.
   InformaçõesSaiba mais sobre o autor clicando aqui. Editora: Intrinseca. Lançamento: 2007 (li a edição de 2008). ISBN: 9788598078373. Páginas: 382. Página no Skoob. Onde comprar online: AmericanasSubmarino.
   Alguém já leu esse livro? O que achou? As fotos da resenha de hoje foram tiradas ao ar livre, que tal? Espero que vocês tenham gostado do post. Bom final de semana e feliz dia dos pais!
Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleitefacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade. 

terça-feira, 6 de agosto de 2013

6 on 6: férias

   Olá pessoal, tudo bem? Não costumo postar todos os dias no blog, ontem teve post, mas hoje tem também, porque é dia seis, e todo dia seis é dia do projeto fotográfico "6 on 6" (seis blogueiros postam seis fotos todo dia seis).
   O tema desse mês era "férias". Mas, gente! Como que eu vou fazer um post sobre as férias se as minhas últimas foram em 2008, quando terminei o ensino médio? De lá pra cá, é trabalho de segunda a sábado, no máximo um feriado lindo na segunda ou no sábado para me alegrar. Simples: use a criatividade, Maria!  
   Me lembro que quando estudava, não gostava das férias porque, apesar de elas significarem que eu não precisaria levantar antes das seis da manhã (parte legal), eu também não ia ver meus amigos,  não ia sair todo dia de casa, além de, possivelmente, minha única viagem ser para o sítio do meu pai (um lugar isolado, no alto de uma montanha, onde não tinha energia elétrica nem água encanada). Enfim, as férias sempre significavam solidão para mim, e não a diversão que era para os outros estudantes.
   Hoje eu até queria ter férias, ficar alguns dias em casa, viajar, se bem que acho que não conseguiria ficar muito tempo longe da minha rotina.
   Mas, chega de papo, é hora de mostrar as fotos que fiz pensando no tema:
Kombi azul, prancha de surf
   1 - Pegar um carro e sair por aí, procurando altas ondas para surfar, é um bom programa para as férias, não é? Alguém aí sabe surfar?
Estrada para Bocaina de Minas, viagem
   2 - No dia 27, sábado, fiz uma pequena viagem, bem pequena mesmo (quarenta minutos e eu já estava em casa, mas pra mim foi uma boa viagem). Fui até a cidade vizinha (Bocaina de Minas). Tocando uma música que eu gosto no som do carro, o azul lindo do céu na tarde fria e ensolarada, o vazio da estrada... foi muito bom.
A menina que roubava livros, Markus Zusak
   3 - Não é porque é férias que você não pode ler um livro, uma boa história sempre faz bem. Me lembro que, quando estudava, sempre pegava alguns livros emprestados na biblioteca para ler nas férias. Esse ano, minha leitura das últimas semanas foi "A menina que roubava livros".
estampa Menina e Menino
   4 - Os dias das férias de julho na minha cidade são sempre bem frios. Esse ano não foi diferente, acho até que foi pior do que nos outros anos. Então, cobertor quase fez parte do look do dia em Liberdade. A foto acima é do meu cobertor novo, comprado especialmente para esse inverno, bem quentinho e fofo. Achei a estampa dele bonita, ter companhia nas férias pode ser bom, né?! A minha criatividade para justificar a escolha das fotos me espanta :P !
foto em preto e branco
   5 - Eu não tenho férias, mas minha sobrinha fofa tem; e veio pra minha casa. Para a pequena Ciça, foi um mês de muitas brincadeiras e diversão com a vovó, o vovô, o papai, os tios e as tias. 
Nando Reis na Expoliber
   6 - Última foto! Quem lembra do post que fiz sobre a exposição agropecuária que acontece todo ano, em julho, aqui na minha cidade? Muita gente aproveita as férias para visitar a cidade e sempre está na Expoliber. Esse ano teve show do Nando Reis, eu amei! Foi bom demais poder ouvir ele cantando as músicas que eu gosto tanto. Pretendo fazer um post contando mais sobre a festa.
   Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado do post, mês que vem tem mais "6 on 6". Vejam as fotos dos outros participantes também: IsabelAngelaClaudiaPedro e TaísAh, o que vocês fizeram nas férias?
   Me acompanhem nas redes sociais: Twitter:@marijleitefacebook | Me adicione no G+Skoob|GoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)|Flickr. 

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Blog do mês: "Histórias, estórias e outras polêmicas"

Imagem encontrada em weheartit.com/entry/70504613/search?page=9&query=agosto&sort=most_popular
   Olá pessoal, tudo bem? Agosto já começou tem 5 dias, mas só hoje consegui fazer o post do "Blog do Mês"; esse post teria saído antes se não fossem dois livros que conseguiram me prender e me manter lendo ao invés de eu ficar na internet.
   Olhando para atrás, Julho foi um bom mês pra mim, e para vocês? Para o blog, foram dois post sobre música, um texto que eu mesma escrevi, uma indicação de blog, uma indicação de fanpage e quatro posts sobre livros (acho que o mundo dos livros conseguiu me conquistar novamente e definitivamente); e ainda tive o Pétalas de Liberdade selecionado para ser parceiro da editora Giostri (depois conto mais sobre isso para vocês).
   Pra quem não sabe, faço um post com o nome de "Blog do Mês" mensalmente, pra poder retribuir um pouquinho do carinho que recebo dos leitores que também são blogueiros. Tenho o hábito de visitar todos os blogs cujos donos comentam aqui no Pétalas de Liberdade, e sempre escolho um ou mais blogs para indicar no "Blog do Mês".
   Normalmente, são quase sempre as mesmas pessoas que comentam aqui no Pétalas de Liberdade, mas volta e meia aparece alguma carinha nova nos comentários. Fico feliz por poder dizer que tenho amigos blogueiros. Dentre esse amigos, tem um moço que tá sempre aqui no blog, ele é o primeiro na lista de Top Comentaristas, o Cláudio Chamun do blog Histórias, estórias e outras polêmicas.
   O Histórias, estórias e outras polêmicas é o indicado do mês, não só pelo fato de o Cláudio estar sempre comentando, mas porque o blog dele é bom de verdade. No Histórias, estórias e outras polêmicas o Cláudio posta semanalmente um texto de sua autoria. Podem ser reflexões, coisas reais, contos inventados... o interessante é como ele sempre consegue fazer uma boa história independente do tema.
   O layout do é bonito e agradável e nem preciso dizer que o Cláudio é atencioso com os leitores, né? Então, acessem: www.cchamun.blogspot.com.br e confiram como tudo o que eu disse é verdade.
   Espero que vocês tenham gostado do indicado do mês (quem já conhecia) e que os dias de Agosto sejam bons para todos nós!
   * Ah, amanhã é dia de "6 on 6"!
   * Todo mundo já sabe do sorteio que está rolando no blog? Se você ainda não viu, é só clicar aqui (o prêmio é um livro muito legal).
   * Tem livros novos na Livraria Pétalas de Liberdade (o frete é fixo, apenas R$5,00 por um livro para todo o Brasil), aproveitem!
   Me acompanhem nas redes sociais: Twitter:@marijleitefacebook | Me adicione no G+Skoob|GoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)|Flickr.