terça-feira, 10 de setembro de 2013

Resenha: livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Mike Ross

   Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" escrito por Mike Ross e publicado pela editora Giostri em 2013.
livro, "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Mike Ross, Giostri, resenha, resumo
   Sinopse: "Quando Peter Wine volta para casa sem memória, após ter entrado na Mansão Crimbfuor, James Tombbey começa a suspeitar que talvez a casa em frente a sua seja realmente perigosa. Conversas com Serafina, uma vizinha que sabe mais do que demonstra, e mensagens de uma ruiva misteriosa corroboram para deixá-lo ainda mais intrigado. Mas, somente quando a mãe de James é atingida, o garoto se vê forçado a invadir a mansão em busca de algo que ele mesmo não sabe o que é. Juntamente com sua amiga, Judith, e o menino, Ted, James descobre que o portal para um mundo fantástico o espera dentro daquelas paredes. Novas identidades, aventuras, desafios e perigos é o que encontrarão em Atrithar."

   Apenas pela sinopse eu não tinha noção do livro fantástico que estava em minhas mãos!
   James Tombbey é um garoto de 17 anos que mora com sua mãe, seu irmão mais velho e seu pai. Na rua da casa do James tem uma mansão abandonada, a mansão Crimbfuor, presença constante nos sonhos (ou seriam pesadelos?) de James. Ele não é um garoto medroso nem acha que tem fantasmas na casa, o problema são os sonhos que o atormentam.
   Certa noite, James acha que sonhou com um amigo entrando na mansão; mas não foi sonho, seu colega de classe Peter Wine perdeu a memória ao tentar entrar na casa. Logo depois, James recebeu uma carta quase anônima (ele sabe que foi uma ruiva que a enviou) dando uma dica de por onde ele pode começar a desvendar o mistério de Crimbfuor.
   James segue essa dica, e é aí que ele começa a se aproximar de Judith, sua colega de classe que fala bem alto e tem olhos verdes.
   Algum tempo depois, a mãe de James é atacada. Em um bilhete o responsável pelo ataque diz que James precisa buscar alguma coisa dentro da mansão para que sua mãe seja libertada. Fazer o que numa situação dessas? James decidi entrar na mansão e Judith vai com ele.
   E depois de estarem dentro da mansão, James, Judith e Ted (o mais novo integrante do grupo, um garoto de maios ou menos 12 anos) vão para Atrithar, um outro mundo mágico.
   Em Atrithar eles tem suas vidas completamente modificadas, enfrentam batalhas perigosas, conhecem outros seres fantásticos e vivem aventuras mágicas.
orelha do livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Mike Ross, Giostri

   Esse não é um daqueles livros cheios de frases e citações bonitas para marcar (ou será que foi minha vontade de continuar lendo que não me deixou parar para apreciá-las?), mas tem várias situações interessantes para citar, por exemplo: a amizade dos três jovens e a confiança entre eles que vai se fortalecendo a cada página.
   Uma fala de Judith:
   "- Quero ser um exemplo de carinho, de amor, de bravura. Para que todos aqueles que estiverem cansados, perdidos ou quebrados como eu, achem um apoio, alguém em que possam se espelhar. Não vou fechar os olhos às pessoas comuns . Vou abracá-las e dizer que as amo. Vou lutar por qualquer um que precise de mim. Um gesto, uma boa palavra, uma pequena demonstração de afeto, pode salvar uma alma gravemente ferida."
   A última vez que me senti tão envolvida e encantada com um livro foi quando li "Harry Potter e a Pedra Filosofal", as histórias não são parecidas mas o que eu senti lendo as duas foi parecido, eu abria o livro e entrava num outro mundo (ah, "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" também daria um bom filme). Quando li Harry Potter eu já tinha visto o filme, então já tinha uma noção de como eram os personagens e os cenários; em "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" eu precisava imaginar cada detalhe, mas foi tão fácil!
   Não sei se encontrei as palavras certas para mostrar o quanto gostei desse livro e o quanto ele é legal! Foi a melhor leitura que fiz nos últimos tempos! Uma história interessante, divertida e envolvente, fácil de entender apesar de ser cheia de mistérios; cenários bem detalhados, personagens bem construídos (impossível não querer ser amigo do James, da Judith ou do Ted).
   A única coisa que não gostei foi o fato de, por ser uma série, o final do livro deixa muita coisa sem ser resolvida. E como ele só foi lançado esse ano, eu vou ter que esperar um tempo até poder saber o resto da história no segundo volume. Vou citar Harry Potter novamente, uma coisa que gostei muito em Harry Potter é que se você não tiver lido o primeiro livro, vai conseguir entender o segundo perfeitamente, são duas histórias independentes; acho que todas as séries deveriam ser assim.
capa do livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Mike Ross, Giostri
contracapa do livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Mike Ross, Giostri, livro de fantasia, ficção, resenha
sobre o autor Mike Ross, livro "Crimbfuor - Chegada a Atrithar", Giostri
   Falando sobre a parte estética do livro: achei a capa muito bonita, gostei da escolha das fontes das letras e das cores; de descobrir detalhes da história na escuridão da capa e contracapa. O tamanho da letra e das margens é ótimo. As folhas são amareladas, o livro é dividido em capítulos curtos e numerados. Veio um marcador de páginas na orelha do livro, tomei coragem e destaquei ele pra usar (clique aqui e veja mais fotos do livro e como é o marcador).
   O autor de "Crimbfuor - Chegada a Atrithar" usa o pseudônimo de Mike Ross, não dá pra saber quase nada sobre ele. Eu tenho a desconfiança que ele fez isso pra ninguém pará-lo na rua pra pedir o resto da história, brincadeirinha.
   Sobre: ISBN: 9788581082301, 295 páginas, gênero: ficção, editora: Giostri. Página do livro no Facebook: www.facebook.com/Crimbfuor (dá pra ler alguns trechos). Página do livro no Skoob. Onde comprar online (se eu pudesse, mandava um exemplar para cada um de vocês, o mundo precisa conhecer "Crimbfuor - Chegada a Atrithar"!).

   Espero que minha resenha tenha ficado boa e que eu tenha conseguido mostrar o quanto esse livro é legal; quem puder e tiver gostado da resenha, marca o livro como desejado lá no Skoob. Muito obrigada Editora Giostri e Mike Ross por essa história tão encantadora!
   Alguém já leu "Crimbfuor - Chegada a Atrithar"? Gostaram do post?

   Me acompanhem nas redes sociais:  @marijleite (sigo de volta)| facebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba todos os posts do blog no seu e-mail)| FlickrLivraria Pétalas de Liberdade.

28 comentários:

  1. Nossa, só pela sua resenha fiquei louca para ler *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, acho que então consegui passar toda a minha fascinação com esse livro, né? Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  2. Cara Maria,

    Que resenha mais linda!! Obrigado por postar no seu bolg e por ter comentado de forma tão positiva. Harry Potter foi um dos livros que me inspirou para escever esse, por isso achei engraçado você citá-lo tantas vezes. Para mim é uma honra ser comparado com ele. Acho importante começarmos a apostar e valorizar os autores brasileiros. Aqui existem muitos talentos que apenas precisam de uma chance.

    O segundo volume está em produção e será lançado em breve.
    Muito obrigado e sucesso em tudo!

    Mike Ross

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que honra receber seu comentário em minha resenha! Eu que agradeço pela história incrível do seu livro, com certeza temos autores talentosíssimos no Brasil e que precisam ser mais valorizados. Aguardo ansiosamente o seu próximo livro.

      Excluir
  3. Oi Mari, gostei da resenha, fiquei super curiosa com o livro.
    Não li Harry Potter ainda, todos falam que esses livros são maravilhosos... estão na minha lista e pretendo incluir este. Engraçado que pelo título não diz nada, é até meio estranho... depois de ler a resenha que passou a fazer algum sentido.
    http://duasepocas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, tem muito mistério em "Crimbfuor" e isso é muito bom! Aconselho que você leia os livros de Harry Potter e esse da resenha, creio que você irá gostar! Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  4. Fiquei com vontade de ler.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iasmin, acho que você iria gostar bastante desse livro. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  5. Não conhecia! achei muito interessante, viu? Esses mundos ~que não existem~ sempre me conquistam! E escritor brasileiro! Bom demais!

    Um beijo

    www.kvcomvoce.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karla, é um ótimo livro de fantasia! Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  6. De inicio eu não me interessei muito pra ler, mas quando você comparou com HP, no sentido de que a historia é bem construída, cheia de magia e aventura, e deu muita vontade de conhecer *-*
    Eu gostei da resenha, só achei um pouco longa demais, mas a gnt acaba se prolongando qnd gosta mt do livro e qr falar mt sobre ele né, eu entendo
    uASHASUHUASHUSHAU
    beeeeijao flor
    www.doce-vestido.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê; essa resenha nem foi a maior que já fiz, e ainda teria muito mais para falar sobre esse livro ótimo! Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  7. Obrigada pela visita, venho ver o post novo depois.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  8. Achei sensacional a sua resenha e muito boa a sinopse do livro. E aquilo que vc falou ainda vai ter o volume 2 e calma que essa coisa que flata ser resolvida que não foi resolvida no primeiro vai ser resolvida no segundo volume. rs.

    Beijos
    rodrigobandasoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo; espero que o segundo volume saia logo porque tem tanta coisa que estou curiosa para saber. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  9. a sinopse sempre me engana kk, nunca consigo me interessar pelo livro lendo só a sinopse, mas muito bom esse, desvendar o mistério de uma mansão assombrada *O*

    http://taycomarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tay; até me interesso por um livro por causa da sinopse, a sinopse desse livro é muito boa mas o livro é ainda muito mais do que está escrito nela. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  10. Vc hein, sempre trazendo livros maravilhosos para deixar a gente com vontade de ler.

    Xerim :)
    www.trilouca.com/
    Twitter:@ByTrilouca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Demara, o que é bom tem que ser compartilhado, né? Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  11. Eu tenho õ/

    beijos,
    http://blogesteffanifontes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amei a resenha, não conhecia esse livro, mas passei a desejá-lo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lola, fico contente que tenha gostado. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  13. Recebi esse livro para resenhar recentemente, e só posso dizer que se eu já estava animada para lê-lo, agora depois da sua resenha já até separei e coloquei do lado da cama para começar ainda hoje rsrs

    Bjos,
    Isa
    http://www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, eu também demorei alguns dias para começar a lê-lo, mas se soubesse o quanto ia gostar dele, teria começado assim que o recebi. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  14. Não conheço este livro.
    E pelo nome nunca me interessaria.
    Nada como uma boa resenha para despertar a curiosidade.

    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudio; eu gostei do nome, achei interessante. Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados