TOP COMENTARISTA DE ABRIL

TOP COMENTARISTA DE ABRIL
Seu comentário pode te dar o livro "Ninfeias Negras", clique na imagem para saber como participar! E quanto mais você comentar, mais chances tem de ganhar!

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Comparando livros: Quem é Você, Alasca? e Os 13 Porquês

Comparação, livros, Quem é Você, Alasca?, Os 13 Porquês

     Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje vou comparar dois livros. Os escolhidos foram: "Quem é Você, Alasca?" do John Green e "Os 13 Porquês" do Jay Asher, ambos já resenhados no blog (não pretendo dar spoilers sobre as histórias). Você pode estar se perguntando: por que compará-los? A resposta é simples, porque quando estava lendo Os 13 Porquês, a lembrança de uma citação de Quem é Você, Alasca? aparecia insistentemente na minha cabeça, ficava martelando e martelando até depois de eu fechar o livro.
     A intenção do post não é dizer qual das duas obras é melhor ou qual você deve ler, longe disso! A ideia principal do post é mostrar o que as duas histórias podem trazer de bom para nossas vidas, é falar sobre uma mensagem que elas tem em comum.

Livro, Quem é Você, Alasca?, John Green

 Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".
X
livro, Os 13 Porquês, Jay Asher

 Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

     Semelhanças:
     → Ambos foram os romances de estréia de seus respectivos autores.
     → Fizeram e fazem sucesso entre os jovens.
     → São narrados por garotos adolescentes, Miles e Clay, que tem quase a mesma idade e gostam de uma garota complicada (respectivamente, Alasca e Hannah).
     → Tem o ambiente escolar como um dos cenários.

     Diferenças:
     → Enquanto Miles me pareceu um garoto meio arrogante e chato no começo do livro, Clay foi um dos personagens que mais gostei até hoje, mostrou-se um garoto legal desde as primeiras páginas.
     → Os problemas de Alasca estavam dentro dela, suas mágoas pouco tinham a ver com os colegas de escola. Já para Hannah, o problema era exatamente os outros, que foram ferindo seu coração a tal ponto que ela não aguentou mais.

     A citação de Quem é Você, Alasca? da qual me recordava enquanto lia Os 13 Porquês era a seguinte:
     "Se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de conseqüências que resulta das nossas pequenas decisões. Mas só percebemos tarde demais, quando perceber é inútil." 
     Talvez se os personagens de Os 13 Porquês conseguissem enxergar essa cadeia de consequências, a história fosse diferente.
     Um trecho específico do livro de Jay Asher me fez lembrar do que John Green escreveu:
     "Ninguém sabe ao certo impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não tem noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito."

     As duas histórias falam sobre as consequências de nossas ações, em Quem é Você, Alasca? Miles sabe o que aconteceu após uma dessas pequenas ações, mas na visão dele é algo que não poderia prever. Já Os 13 Porquês alerta para o fato de que somos responsáveis sim pelo que fazemos para e com os outros. Os personagens do livro de Asher certamente pensavam como os de Green, antes de ouvirem as fitas feitas por Hannah antes dela se suicidar.
     Aí fica a questão: até que ponto somos responsáveis pelo que acontece na vida dos outros? Se tivéssemos a consciência do quanto podemos influenciar a vida de alguém, agiríamos com mais cautela?

     Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado do post.
     Me contem: alguma vez vocês já se lembram insistentemente de um livro enquanto estavam lendo outro? Alguém que já tenha lido Quem é Você, Alasca? e Os 13 Porquês pensou mesmo que eu? Quais livros vocês gostariam que fossem "comparados"?


Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

21 comentários:

  1. Oi flor,
    Estou querendo ler esses livros tem um tempinho, Os 13 Porquês é o que mais tenho vontade de ler. Gostei muito do seu post, conseguiu passar a essência dos dois livros sem qualquer spoiler, parabéns!!!

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    Blog Lilian & Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  2. Gostei bastante da postagem. Já li Quem é você, Alasca? e infelizmente para mim, não foi um livro espetacular igual tinha lio nas resenhas. Gostei das comparações e acho que vou gostar bastante de Os 13 porquês. Já aconteceu isso de ficar pensando em outro livro quando li A seleção. Impossível não comparar a Jogos Vorazes. A diferença é o casamento e a arena hehehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  3. Eu ainda não li os 13 porques, mas pretendo.. e agora lerei com sua publicação na cabeça hahahaha

    http://saidaminhalente.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clayci, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  4. Hey, Maria, boa tarde :D
    Poxa, adorei o post, ficou realmente interessante. Infelizmente ainda não li nenhum dos livros, mas estão no meu plano de leituras. Comecei a ler "Os 13 Porquês" na Saraiva um dia, enquanto esperava meus amigos, e também achei o Clay bem interessante. Fiquei curiosa para saber como a história se desenrolaria, e qual fora o papel de cada pessoa naquele triste acontecimento. E, apesar de já saber o grande spoiler de QEVA, ainda não tive a oportunidade de ler uma página sequer. Ganhei o livro de presente na Bienal, mas ainda tenho uma longa fila pela frente. E gostei dos dois trechos destacados em cada livro, que te fizeram lembrar do outro.
    Tenho uma memória bem fraca, por isso não lembro nenhuma comparação do tipo, que já percebi, mas acho que acaba sendo inevitável na vida dos leitores assíduos, não? hehe.
    Beijos e ótima semana!

    Resenha de "Os Três" no ar, não deixe de conferir <3
    Confissões de um Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liah, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  5. Oi Mari,

    Nossa, gostei muito do post. Eu adoro o livro "Quem é você, Alasca?", mas nunca li "Os 13 porquês". Fiquei bastante tentada a lê-lo para poder fazer as minhas próprias comparações, pois achei as suas muito bem compostas.

    Beijão - Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  6. Oii ! Tudo bem ? Adorei o post! É diferente e inovador! Eu já li "Quem é você, Alasca?" e não achei dos melhores. Agora to louco pra ler "Os 13 porquês" :o
    http://www.mundoemcartas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Markus, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  7. Que post maravilhoso! Amei completamente. Essa tag traz detalhes que muitas vezes percebemos quando lemos livros parecidos, mas deixamos pra lá e não comentamos. E a forma que você abordou foi bem clara, não querendo compará-los no sentido de qualidade, e sim do significado. Até então eu não tinha interesse de ler nenhum dos livros, mas gostei bastante da mensagem que eles transmitem. Acho que somente nossa presença já influencia 100% na vida dos outros. Nossas ações é o que determinam a reação da outra pessoa, e se pudermos evitar magoá-la, é sempre o essencial. Por isso acho que relações são tão complicadas; as pessoas simplesmente não pensam nas consequências, só fazem o que dão na telha, e depois é tarde demais pra corrigir o erro

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Vem conferir o Especial de Halloween que tá rolando na Caverna!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, muito obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  8. Resenha maravilhosa eu ja li esse livro e amei.
    Canal: https://www.youtube.com/user/NekitaReis/videos
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nequéren, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  9. Oii, adorei o post! Achei as comparações dignas! QEVA é um ótimo livro, com uma ótima história. Essa citação é a minha favorita, apesar de simples. Beijos,
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  10. realmente tive a oportunidade de ler os dois livros e simplesmente adorei, mas os 13 porques foi impactante demais, perceber tudo o que fazemos, é um livro que deveria ser obrigatorio nas escolas

    ResponderExcluir
  11. Adorei a postagem e não é à toa que ela está entre as populares agora que todo mundo fala sobre o livro e a série Os 13 porquês.
    Li o livro em 2014 e me encantei, mas sabe que não tinha relacionado com Quem é você, Alasca?
    Verdade todos os pontos que você citou, tanto as semelhanças quanto as diferenças. O Miles é bem mala mesmo no início do livro do John Green

    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados