sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Resenha: livro "O vampiro imperador", Leonardo Barros

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é O vampiro imperador, escrito por Leonardo Barros e publicado pela Editora Novo Século em 2015.

Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma

 A história é narrada em terceira pessoa e começa no ano de 3000 A.C., na cidade de Sodoma. Era uma noite de festa e Dotan estava com sua amada e seus amigos, até que eles foram atacados por criaturas estranhas e, pouco depois, "uma chuva de pedras incandescentes caiu do céu". 

 No 2° capítulo, somos levados para Roma, no ano de 63 D.C.. Dotan era um dos homens de confiança do imperador Nero, um soldado de alta patente. Ele vivia com seu filho, o adolescente Lucius, e não era mais um homem comum. Nunca envelhecia e se transformava em lobo em determinadas épocas.

 Drucila era uma jovem de 17 anos, casada com Emilianus, o médico do imperador Nero. Ela estava obcecada com a ideia de ser mãe. E foi essa obsessão que levou-a ao fundo do poço: ela foi em um ritual macabro para tentar ser abençoada com a fertilidade, mas as coisas não deram muito certo e, depois disso, sua vida só piorou. Até que ela foi transformada em vampira.

 Drucila estava decidida a recuperar tudo o que lhe foi tirado, inclusive o amor de Emilianus. Conseguiu conquistar a confiança de Nero, que acreditava que ela era uma deusa; consequentemente, Drucila tinha Roma em suas mãos.

 "Drucila degustava os segredos e anseios de uma vida inteira ao beber aquele sangue avidamente. Até que parou. A gota vermelha escorrendo no canto da boca. Ouviu, em sua mente, uma voz lhe dizer que deveria parar. Voz que - por mais absurdo que aquilo pudesse parecer - transmitia a intenção sem que lhe sussurrasse palavras. E novamente sentiu uma presença em seu redor: uma visita sombria que a protegia e a agraciava com aquele poder maravilhoso, com a força, e o desejo de sangue tão doce e pulsante quanto a própria vida. Sentiu, por um segundo somente, uma mão gelada pousar sobre seu ombro. A brisa em seu ouvido dizendo que não poderia matá-lo, que sua verdadeira missão estava perto de ser revelada, e manter o imperador prisioneiro de sua magia era parte de um plano maior." (páginas 146 e 147)

 Em meio ao caos em que a cidade estava, Dotan encontrou um propósito: destruir os bebedores de sangue. Tarefa que não seria nada fácil, já que os vampiros estavam no comando e tinham muito poder.

 O vampiro imperador é o 2° livro do Leonardo Barros que leio (o 1° foi "Presságio, o assassinato da freira nua", já resenhado no blog), e confesso que não esperava tanto da história. Me surpreendi demais com o livro! O autor usou os primeiros anos do cristianismo, a perseguição aos cristãos e o Império Romano como pano de fundo para a trama, misturando fatos reais com fantasia, e o resultado foi muito bom!

 "Ora, que mal pode haver em uma religião de pobretões e coitados, cujo sumo sacerdote morreu há décadas? Eles não sacrificam ninguém, não admoestam os cidadãos com seus rituais..." (página 151)

 Confesso que não curto muito livros cheios de mortes e derramamento de sangue. Até então, o livro mais "sangrento" que eu havia lido era "A rainha dos condenados", da Anne Rice, mas o O vampiro imperador superou "A rainha dos condenados" nesse quesito! Nada de vampiros bonzinhos na história, eles tem muita sede de sangue! E tem algumas cenas bem pesadas, dignas de filmes de terror, não recomendadas para quem tem estômago fraco, já que o autor consegue nos fazer visualizar as cenas com facilidade.

 " - Que tipo de peixe é este, Drucila? - perguntou Luna.
 (...)
 - Não lhe darei a resposta, pois sei que você adora um desafio. Então, me diga que espécie de peixe é este! Responda corretamente, e eu lhe empresto minhas escravas por uma semana.
 Luna cortou um pedaço pequeno e o levou à boca, curiosa. Agora, mexia o rosto, degustando a iguaria, mas não conseguiu chegar a nenhuma conclusão.
 Outros tentaram também, mas não souberam a resposta.
 Nessa hora, Dotan sentiu os pelos de seus braços se eriçarem.
 Não é peixe! Foi o que pensou. O cheiro lembra carne humana..." (páginas 56 e 57)

Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma, capa
sinopse, Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma
Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma
Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma
diagramação, trecho, Resenha, livro, O vampiro imperador, Leonardo Barros, Novo Século, vampiro, lobisomem, roma, sodoma

 Eu gostei da capa do livro, tem muito a ver com a história. As páginas são amareladas e a diagramação está boa, com margens, espaçamento e letras de bom tamanho.

 "- Se meu senhor me permite fazer um comentário, creio que nada é absurdo diante de uma realidade tão fantástica quanto a existência de um homem que se transforma em lobo e que nunca envelhece." (página 84)

 O vampiro imperador é aquele tipo de livro que deixa um "gosto de quero mais" quando termina. Foi impossível escolher um personagem preferido, já que eles foram mudando e me surpreendendo ao longo da trama. Nenhum deles é totalmente bom e cheio de virtudes ou totalmente mau.

 Valeu a pena ter lido O vampiro imperador! Preciso agradecer ao autor pela oportunidade, e parabenizá-lo pela obra, que mostra que a literatura nacional não fica devendo em nada aos autores internacionais já consagrados. Fiquei contente ao perceber que sou capaz sim de ler um livro com uma trama mais pesada e de apreciá-lo; um conselho: faz muito bem variar os gêneros que lemos.

 O vampiro imperador é uma boa sugestão para quem curte Dark Fantasy (histórias de fantasia com temas mais sombrios), tramas com vampiros e lobisomens, e também para quem gosta de histórias que misturem fatos reais da humanidade com fantasia. Quem não curte obras do tipo, também deveria dar uma chance ao livro, já que a trama é bem interessante e deixa o leitor curioso para saber quem vencerá: a vampira obcecada pela maternidade ou o homem-lobo com mais de mil anos (e no meio de tudo, ainda temos um imperador bem fora da realidade)? 

 Detalhes: 400 páginas, ISBN-13: 9788542805963, Skoob. Encontre o autor nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram. Onde comprar online: SaraivaAmazonSubmarino.

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gosto da resenha. Alguém aí já conhecia o livro ou o autor?

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

5 comentários:

  1. Apesar de não gostar de Dark Fantasy eu adorei a premissa desse livro, fico super feliz ao saber que é nacional
    Sua resenha foi bem sincera e bem detalhada
    Beijos
    http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. a história tem um quê que me atrai, mas não consigo gostar dessa capa =T
    eu até leria, mas não seria uma leitura de passar a frente de outras no momento...
    gosto de personagens construídos com essa dualidade, nem bons ou maus por completo... ^^

    ResponderExcluir
  3. Olá, ainda não conhecia o livro e não curto o gênero Dark Fanstasy mas por incrível que parece fiquei mesmo curiosa com esse livro, estou começando a gostar de livros com vampiros e esse parece ser diferente do que já li, ótima dica.

    ResponderExcluir
  4. Olá, já vi tantas resenhas desse livro que fico cada vez mais curiosa, parece ter uma história incrível. ainda mais eu que sou apaixonada por tudo que tenha vampiros e seres sobrenaturais no meio! haha

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nada do autor e apesar de não gostar de histórias com morte e derramamento de sangue sei que vou amar O vampiro imperador porque o que é bom são os vampiros com sede de sangue, nada de vampiros bonzinhos.
    Quero pra ontem.

    Lisossomos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados