Resenha: livro "O lamento de José", Leandro Campos Alves

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "O lamento de José", do escritor mineiro Leandro Campos Alves, publicado pelo Clube de Autores em 2014.

Resenha, livro, O lamento de José, Leandro Campos Alves, Clube de Autores

 O Leandro nasceu na mesma cidade que eu, Liberdade, e me presenteou com um de seus livros em 2015. Eu li assim que recebi, só que acabei não postando a resenha na época, mas hoje venho resenhar "O lamento de José".

 O livro é pequeno, apenas 83 páginas, mas se torna especial ao misturar conto e poesia para contar a história de José, um homem que decide revelar o que fez no passado.

 "A verdade de um homem,
 conturbado pelo remorso,
 de suas atitudes impensadas,
 mas todas executadas,
 e muito bem elaboradas." (página 14)

 José foi adotado por um casal que queria muito ter um filho, e que mesmo fazendo promessas para São José, não conseguia ser agraciado e então decidiu partir para a adoção. Eis que, após a adoção, finalmente a mulher conseguiu engravidar, trazendo para o casal uma grande felicidade: eles que queriam tanto um filho, agora teriam dois, mas o garoto José não gostou muito da ideia. Conforme os anos foram passando, ele foi crescendo e sendo tomado pela inveja e pela maldade, se tornando uma pessoa capaz de atitudes cruéis com aqueles que mais deveria amar.

 Nesse livro, o Leandro fez jus a fama que os mineiros tem: a história começa despretensiosa, com jeito de quem quer só contar um causo, e quando percebemos, somos surpreendidos pelos personagens criados pelo autor, alguns tão capazes de amar, outro (o protagonista), capaz de atitudes cruéis. É ficção, mas vai saber se já não aconteceu por esse mundão afora!

 Eu admiro demais quem consegue escrever poesias com sentido e com rimas, é um dom que eu gostaria de ter. O Leandro merece os parabéns por ter conseguido contar uma história usando versos, deve ser algo bem trabalhoso!

 "Mas certo dia,
 a mágica foi refletida em seu olhar.
 Foi a vez então dela amar,
 e sentir o coração mais forte palpitar,
 por alguém,
 que morava longe de seu lar." (página 18)

Resenha, livro, poesia, conto, O-lamento-de-José, Leandro-Campos-Alves, clube-de-autores, escritor-libertense, conto, poesia
Resenha, livro, poesia, conto, O-lamento-de-José, Leandro-Campos-Alves, clube-de-autores, escritor-libertense, conto, poesia
Resenha, livro, poesia, conto, O-lamento-de-José, Leandro-Campos-Alves, clube-de-autores, escritor-libertense, conto, poesia

 Sobre a parte visual, ressalto que foi uma publicação independente, que traz páginas brancas e boa diagramação, com letras, margens e espaçamento de bom tamanho.

 Enfim, agradeço ao Leandro por me presentar com seu livro e desejo a ele todo o sucesso! Espero que vocês tenham gostado da minha pequena resenha e de conhecer um pouco do trabalho dele, se ainda não conheciam antes.

 Para quem quiser, o livro pode ser adquirido no site do Clube de Autores no formato impresso e em e-book (onde também é possível ler um trecho da obra), e no site da Saraiva em e-book. O autor tem um site: www.escritor-leandro-campos-alves.com e também uma página no Facebook.

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Quero agradecer a amiga Maria José pela resenha e o carinho com meu trabalho.
    O livro resenhado, “O Lamento de José”, é o sinônimo de superação e a semente plantada neste caminho que começa desabrochar para a Literatura.
    “O Lamento de José” é um capítulo de uma obra maior, na qual o narrador vai ainda nos surpreender com mais contos neste caminho chamado por nós de Vida.
    E ao final um único livro chamado Destino.

    Leandro Campos Alves.
    Fevereiro 2016.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Leandro!
    Penso que não há reconhecimento e demonstração de carinho como ter um livro resenhado por um amigo. Parabéns, Maria José por esta consideração com o nosso amado Escritor.
    Parabéns aos dois - a cada um segundo o seu merecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu grande amigo E.P. GHERAMER. É um prazer enorme ver os amigos acompanhando e felicitando-me por estar neste caminho literário, construindo pedra por pedra o alicerce desse caminho.

      Obrigado pelo carinho.

      Grande abraço fraterno.

      Excluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo