terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Resenha premiada: livro “Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King”

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é “Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King”, uma antologia de contos de terror organizada pela Rô Mierling e publicada pelo selo Antologias Brasileiras da Editora Illuminare em 2015.

Resenha, livro, Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King, antologia, contos, terror, Illuminare, RoMierling

 São 25 autores e 27 contos, alguns com apenas 2 páginas, outros bem maiores, mas todos muito bons! Eu sou meio medrosa, por isso acabo lendo poucos livros e vendo poucos filmes do gênero, mas gosto de variar minhas leituras de vez em quando. Como estava numa espécie de ressaca literária, sem conseguir decidir o que ler em seguida, e “Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King” estava ali, pequenininho (aparentando ser uma leitura rápida) e por ser de contos (que eu poderia intercalar com outras leituras), eu decidi dar uma chance a ele. Resultado: quem disse que eu quis intercalar a leitura dele com outros livros? Não o li em um dia só porque achei ele tão bom, mas tão bom, que queria fazer com que a leitura durasse mais.

 Não vou falar de todos os contos, pois o post ficaria muito grande, embora a maioria deles merecesse um post especial, e já deixo aqui os parabéns para todos os 25 autores. Ainda não li nada do Stephen King, mas se os livros dele forem tão bons quanto os contos em sua homenagem que li, certamente vou amar os livros do autor.

 Tive algumas reflexões durante a leitura e vou compartilhá-las com vocês. "A marca" do Alexandre Braoios é a segunda história do livro e fala sobre duas irmãs gêmeas que viviam em uma família completamente desestruturada, o que acabou tendo resultados assustadores, se elas tivessem tido algum apoio melhor na infância (se a avô delas fosse menos fanática), o desfecho de suas vidas poderia ter sido diferente.

 Me coloquei no lugar de alguns personagens de alguns contos e acho que agiria de forma diferente da que eles agiram. Se eu tivesse alugado uma casa e coisas estranhas começassem a acontecer nela durante a noite, assim que amanhecesse eu iria embora de lá correndo, "metia o pé, me mandava" dali, mas não foi o que fez o protagonista de "A marca na parede" (escrita pelo Elton SDL, uma das histórias mais perturbadoras), um homem que encontrou uma estranha mancha na parede da casa que alugou, ele ficou e o resultado foi inexplicável (fiquei pensando na cena por um tempão). A personagem criada pela Rô Mierling no conto "A porta" foi mais esperta, se mandou quando sentiu que aquela porta aparentemente inútil da casa dela estava lhe oferecendo um risco, bem fez ela!

 "Perdidos" do Jhefferson Passos, como o nome sugere, fala sobre um casal que fica perdido na estrada, é o maior conto do livro e nos ensina a nunca ficar sozinho enquanto nossa companhia vai pedir ajuda. Aliás, nada de querer desvendar um mistério sozinho, hein pessoal?! Sempre tenha alguém com você (ou corra o risco de acabar preso num porão que não deveria existir num apartamento). Se o curioso protagonista do conto "Trem fantasma", escrito pelo Rafael Valore, não tivesse encontrado uma companhia, ainda que estranha, não sei como seria o desfecho de sua atitude impulsionada pela curiosidade.

 "A companhia era o único alívio no meio das privações do sono, sede, fome, cansaço e desespero." (página 115)

 Assim como os livros do Stephen King (pelos comentários, resenhas e sinopses que já vi), a antologia tem contos para todos os gostos: monstros, fantasmas, vilões super malvados, loucura, etc. São tramas com elementos diferentes que tornam o livro único é completo ao mesmo tempo, podendo agradar tanto quem é fã do gênero quanto quem não é tão fã assim. Tem conto para ficar revoltado, indignado, assustado e até emocionado. "Sombras noturnas" é tocante, narrado por um garotinho de sete anos que encontra um "monstro".

 "Eu deitava no escuro e ficava esperando o monstro aparecer; às vezes, ele aparecia. Sempre nas noites em que meu pai não estava em casa." (Sombras noturnas - Pedro Oliveira Barbosa, página 105)

 Há tanto contos narrados em primeira quanto em terceira pessoa, e os autores que trouxeram histórias narradas em primeira pessoa merecem uma menção especial, como o Danilo Matos de "A casa do colina", que fez o narrador-personagem contar sua história, mas deixou no leitor a desconfiança de que todas as desgraças que aconteceram na tal casa tiveram um outro responsável.

sinopse, Resenha, livro, Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King, antologia, contos, terror, Illuminare, RoMierling, Stephen-King
Resenha, livro, Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King, antologia, contos, terror, Illuminare, RoMierling, autores, opinião,
diagramação, Resenha, livro, Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King, antologia, contos, terror, Illuminare, RoMierling

 Sobre a parte visual: eu acho essa capa bem bonita, as páginas são amareladas, com bom tamanho de letras e espaçamento, só a margem direita me pareceu um pouco estreita mas não é algo que atrapalhe a leitura. Preciso mencionar a revisão, que está num nível ótimo para uma publicação do tipo.

 Como nem tudo são flores, a má notícia é que o livro foi uma edição limitada, e é bem difícil encontrá-lo para comprar online; pesquisando, o único lugar onde encontrei foi nessa loja e não tenho certeza se está disponível. Acho que ia ser bem legal se a editora lançasse em e-book na Amazon!

 Por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha. Se vocês tiverem a oportunidade de ler “Eu me ofereço! Um tributo a Stephen King”, aproveitem! Mesmo que vocês não tenham o hábito de ler livros de contos, esse merece a leitura, alguns contos deixam sim aquela curiosidade de saber o que aconteceu depois, mas todos tem um final satisfatório. Uma dica: joguem o nome dos autores (tem aí na foto) no Google, quem sabe vocês não encontrem textos bacanas deles e talvez algum até tenha exemplares para venda. Fica a dica para quem gosta de livros de terror e também para quem não gosta; digo por experiência própria que é bom variar os gêneros que lemos, ainda mais quando são boas obras; nem todos os contos vão dar medo e alguns vão encantar, e sendo contos curtos o medo também vai ser pequeno.

 * O livro está cadastrado no Skoob. (dei 5 estrelas para ele).
 * Acompanhe a editora no Facebook.
 * Acompanhe a Rô Mierling no Facebook.
 * Veja mais posts e resenhas sobre a Editora Illuminare no blog.

 Sorteio:

sorteio, marcadores

 Montei um kit com 20 marcadores para sortear para quem comentar na resenha de hoje, tem marcador de algumas antologias (inclusive da resenhada hoje) e de livros da escritora Rô Mierling, coordenadora do selo Antologias Brasileiras da Editora Illuminare. Alguns marcadores são de um material mais durinho, e com detalhes, ou seja: um sortudo vai levar um kit lindo!

 Regulamento:
- Para participar, leia a resenha e deixe um comentário sobre ela nesse post (comentários vazios ou do tipo "Amei a resenha, participando." não serão considerados).
- Curta a página do blog no Facebook: www.facebook.com/petalasdeliberdade.
- Preencha o formulário do Rafflecopter abaixo (as regras obrigatórias são deixar o nome que usou para comentar, o e-mail para contato no formulário e o link do seu perfil no Facebook, mas tem muitas outras entradas opcionais que aparecem depois de cumprir as obrigatórias e que te dão mais chances no sorteio).
- É preciso ter um endereço de entrega no Brasil.
- O sorteado será comunicado por e-mail e tem o prazo de uma semana para responder ao e-mail enviado informando seus dados para envio do prêmio ou será desclassificado e o sorteio será refeito.
- O prêmio será enviado em até 30 dias após recebimento dos dados do ganhador.
- Não me responsabilizo por danos, extravios ou devolução do prêmio por parte dos Correios em caso de endereço incorreto fornecido pelo participante ou ausência de quem o receba.
- As inscrições para o sorteio se iniciam hoje, 16/02/2016 e se encerram no dia 07/03/2016. O resultado será divulgado na mesma semana, nesse post e nas redes sociais do blog.

a Rafflecopter giveaway

 "Das crianças é sempre esperado que usem a imaginação. Mas, a imaginação não é apenas a chama encantada de um mundo fabuloso: ela pode trazer consigo o manto negro do medo e da morte. Um pesadelo não deixa de ser um sonho, ainda que terrível." (O homem de branco - Felipe Vellinho, página 46)

 Já conheciam o livro? Gostaram da resenha? Ah, e qual livro do Stephen King vocês mais gostam (se já leram algum)?

Participe também das outras promoções do blog:




Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram

17 comentários:

  1. Olá, eu adoro histórias de terror, mas assim como você ainda não li nada King, e fiquei bem curiosa com esse livro, os contos parecem ótimos e se você que não curte o gênero amou, imagine eu, que adoro. Uma pena que seja edição limitada, vou tentar procurar em sebos, pois quero muito ler. E já quero os marcadores!!!! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, eu também não sou adepta de histórias de terror, tenho uma amiga que fala que sou muito dengosa kkk pois gosto de romances, fantasias e uma pitadinha de erotismo. Mas, confesso que a resenha me deixou muito curiosa para ler o livro, vou coloca-lo na minha lista, com certeza virá depois do Diário de Uma Escrava da Rô Mierlling, que também está na fila.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro, mas ele parece ótimo. Tive minha primeira experiência com livro de contos neste mês, e era de contos de terror também. Eu adorei o livro, muito bom ler livro do tipo. Me interessei por este livro.

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mari!
    Que bom que você gostou da antologia! Eu sou muito fã do gênero terror e fã-fanática de SK! Participar dessa antologia foi uma oportunidade incrível, bem como ver o livro traduzido para o inglês! Boa sorte aos que tentarão o sorteio! Boa leitura a todos!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  5. Já havia ouvido falar deste livro so que não havia tido a oportunidade de ler algo sobre ele e hoje li gostei e gostaria imensamente de ler todinho.
    Parece-me ser otimo

    ResponderExcluir
  6. Este livro parece ser muito bom, adoro o gênero e já quero muito ler ele!!

    ResponderExcluir
  7. Não gosto muito de ler contos, exceto quando se trata de contos de terror. Os contos em homenagem a Stephen parecem ser ótimos. Confesso que também nunca li nada do Stephen King e não sei nem por qual livro dele começar. Amei a resenha, mais um livrinho de contos de terror pra minha lista de leitura. Abraços ;)

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Ainda não li nada do Stephen assim como não conhecia essa antologia...a premissa parece ser interessante apesar de não ter lido nada do gênero,adorei a resenha você conseguiu captar a essência do livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas amei logo de cara, sou apaixonada por histórias desse gênero e tenho certeza que iria amar cada conto deste livro. Ainda não li os livros do King, mas morro de vontade, morro mesmo. Adorei saber um pouco mais dos contos, beijos.

    potato-purple.blogspot.com
    youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari, adorei sua resenha...
    Foi um privilégio poder participar dessa obra incrível. Eu sou fã do gênero e apaixonada pelas obras do King <3

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  11. Oie Mari, sou nova aqui, é a primeira resenha que eu leio aqui, nunca ouvi falar desse livro (deve ser pq é uma edição limitada :P ). nunca ouvi falar sobre os autores do livros (costumo ler livros de escritores ingleses) mas vou pesquisar sobre eles e ver se consigo ler alguma obras deles, parece ser interessantes, não curto muito o estilo terror e tal, mas vou tentar também. <3 ;)

    ResponderExcluir
  12. Stephen King eu só tive a oportunidade de ler um único livro, não por nao ter aqui, pq meu filho adora e tem muitos livros do autor, mas é pq gosto mais daquele gênero meloso, o famoso "água com açucar" hahahaha
    Mas o livro que li do King foi O ilumnado e gostei muito, ainda quero ler algo dele, mas por enquanto vou esperar...rsrs
    Achei bacana o título do livro, acredito que os contos são todos de arrepiar hahahaa
    E gosto de contos, então com certeza daria uma chance pra esse livro ;)

    ResponderExcluir
  13. Amooooooooooo demais Stephen King, está no topo de meus escritores favoritos e aqueles que quero ler todos os livros que ele escrever.... hahahahah
    inclusive estou terminado a série A torre negra, estou no último livro, e apesar de nao ter o costume de ler contos, mas esse eu animo ler viu... rsrs
    Esse tbm é um dos meus gêneros favoritos, terror, em todos os sentidos, seja com seres sobrenaturais, psicológicos, enfim já quero demais esse livro de contos *-*

    ResponderExcluir
  14. Menina me surpreendeu já olhei meio atravessado mas vc me entusiasmou.Vou Ler com certeza.liviaandre74@gmail.com

    ResponderExcluir
  15. Não dava nada por esse livro, essa resenha me fez mudar de ideia

    ResponderExcluir
  16. Sempre tive muito medo de histórias de terror, mas por essa me interessei quem sabe será quem primeiro livro do gênero! Muito boa a resenha! bj!

    ResponderExcluir
  17. Apesar de não ter costume de ler livros de terror, após várias amigas minhas que lê os livros desse autor me indicar a leitura, e dizer que e bom, acabei me interessando pela leitura, e após ler sua resenha pude perceber que o livro a trama do livro e cativante e envolvente, pretendo ler ainda esse ano.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados