Resenha: livro "Rainha dos corações congelados", Rebeca S. Melo

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "Rainha dos corações congelados", escrito pela Rebeca S. Melo e publicado pela Editora Bookstart.

livro Rainha dos corações congelados, Rebeca S. Melo

 O livro é narrado em primeira pessoa por uma jovem chamada Melinda. Ela estava toda animada para um encontro, mas ele não saiu como o esperado e trouxe para a protagonista uma grande decepção. Desnorteada, ela saiu sem rumo e acabou indo parar na Biblioteca Pública da cidade. Lá, entre tantas estantes, um livro antigo e meio empoeirado chamou sua atenção, intitulado "A Terra dos Sem-Coração", falava sobre um lugar onde era possível parar de sentir as dores e mágoas que ferissem o coração humano. Para ir para esse terra, era só seguir a seguinte instrução:

 "Só olhe através da fechadura se você quiser ir para a Terra dos Sem-Coração e nunca mais sentir o que lhe fere." (página 20)

 Mesmo sem acreditar muito, Melinda olhou pela fechadura, e não é que ela foi parar mesmo no reino gelado dos sem-coração? E como o nome dizia, todos os habitantes ali tinham o coração literalmente arrancado do peito pela Rainha, mas continuavam vivos, já que o que os mantinha com vida era o cérebro (não sei como o sangue era bombeado para o resto do corpo, mas é um livro de fantasia, então vamos relevar).

 Sem coração, as mágoas pareciam não doer tanto, e Melinda começou a tentar se adaptar em sua nova rotina, ela tinha um trabalho na comunidade, uma casa que a mantinha abrigada do frio, e até fez novos amigos, como o pequeno Johnny e Max. Sem um coração, Melinda não sentia tristeza, mas sim um vazio de vez em quando, isso seria um pseudossentimento, algo que o cérebro criava com base nas memórias dos sentimentos já experimentados, por exemplo: ela não tinha medo, mas quando surgia uma situação de perigo, o cérebro se lembrava do que era sentir medo e produzia um pseudossentimento.

 Com o tempo, esses pseudossentimentos também iriam sumir, mas o que aconteceria quando Melinda não sentisse mais nada? E se ela não era mais capaz de sentir dores emocionais, também não era capaz de ter sentimentos felizes. E Melinda não queria parar de sentir tudo! E o que aconteceria com seus novos amigos do reino quando eles também parassem de sentir tudo? Melinda descobriu uma hipótese de qual seria a resposta para essa pergunta, e não gostou nada, nada dela! A partir daí, Melinda partiu numa busca por achar um meio de ter o seu coração de volta, e se fosse possível, ajudar também os outros habitantes do reino. Com a ajuda de Max e Johnny, ela embarcaria numa aventura eletrizante e cheia de desafios!

 "Ainda com sono, encho as mãos de água e jogo na cara. Pego a toalha e enxugo o rosto. Acho que hoje eu não estou tão... O que é isso?! Me aproximo do espelho e a toalha cai das minhas mãos. A borda da minha íris está azul! Eu... Eu comecei a congelar?! Deus, não quero isso pra mim! Encosto os dedos no espelho, onde eu estou vendo os meus olhos castanhos, ou não totalmente... Não tem como não notar. Eu comecei a congelar. Isso explica a falta dos pseudossentimentos!
 Minha respiração está irregular e embaça o espelho. Afasto-me dele, assombrada com o que está acontecendo comigo.
 Está na hora, preciso ir para casa." (página 85)

 Quem acompanha o blog, deve ter visto que fiz um post contanto minhas impressões sobre a obra até a página 100, quase metade do livro (se ainda não viu ou quiser rever, é só clicar aqui). "Rainha dos corações congelados" foi um livro que eu gostei muito! Li em dois dias, não dava vontade de parar de ler e, ao mesmo tempo, eu não queria que acabasse e não queria ter que me despedir dos personagens. O livro tem pouco mais de 200 páginas cheias de acontecimentos, em nenhum momento a trama fica monótona, as cenas, os personagens e o cenário foram bem construídos (o "universo" criado pela autora ficou bem convincente, eu quase acreditei que dava para viver sem coração). Eu me sentia no frio reino gelado e conseguia visualizar facilmente todas as cenas e obstáculos que a Melinda teve que enfrentar.

 O livro tem um toque de Alice no País das Maravilhas (rainha que manda cortar a cabeça versus rainha que arranca o coração) e de As Crônicas de Nárnia (o livro é citado na obra, e imaginei os cenários um pouco como no primeiro filme da série), mas ressalto que é só um pequeno toque, quase uma homenagem, só uma nuance sutil, algo que faz com o que o leitor se sinta mais familiarizado com o cenário, por que o enredo de "Rainha dos corações congelados" é bem original (os situações que a Melinda viveu são totalmente diferentes das enfrentadas por Alice e os irmãos Pevensie).

 "Vou no rumo do corredor, mas assim que me viro em direção à sala, sinto meu corpo ser jogado contra a parede e minhas mãos são imobilizadas para trás, enquanto meu rosto está grudado na parede.
 - Mas que inferno, Max!
 - Melinda?! - Não, o panda do Kung-fu! - O que você está fazendo aqui? - Max pergunta assim que eu puxo o capuz para trás, irada. Ele está segurando o riso?" (página 80)

 Eu gostei da protagonista, ela é muito engraçada e tenta levar tudo para o lado do humor; inicialmente achei que ela foi um pouco precipitada ao querer fugir por um motivo pequeno, mas quem sou eu para saber o quanto aquilo podia estar doendo nela, né?! E ao longo do livro ela também consegue compreender melhor o que aconteceu e o que ela sentiu, ela evolui. E eu achei legal que os personagens se mantém condizentes com seus perfil, por exemplo: a Melinda é uma estudante de advocacia e mesmo estando em um reino fantástico ela não se esquece disso, e o Johnny é uma criança e age como tal. Bom, eu tenho que falar do Max, né?! Aquele mocinho fofo! Mas como está na capa, "Rainha dos corações congelados" é "um romance sem amor", um romance sem muito romance, o que não me impede de ficar imaginando possibilidades.

 "Rainha dos corações congelados" é o primeiro livro de uma série que deve ter quatro livros. Eu achei que o final foi bom e satisfatório, me deixou bem curiosa para saber o que vai acontecer em seguida e, segundo a autora (deixa eu contar um segredo: vai ter entrevista com ela aqui no blog em breve), algumas coisas que ficaram em aberto (como o passado da Rainha, que foi uma personagem que me deixou em dúvida se era "do bem" ou "do mal") vão ser exploradas na continuação.

Resenha, livro, Rainha-dos-corações-congelados, Rebeca S. Melo, bookstart, fantasia, opinião, Crowdfunding, trechos, fotos, wattpad
Rainha dos corações congelados, Rebeca S. Melo, Bookstart, sinopse
diagramação, livro, Rainha dos corações congelados, Rebeca S. Melo, Bookstart, trecho
mapa, livro, Rainha dos corações congelados, Rebeca S. Melo, Bookstart

 A Bookstart é uma editora nova e que tem uma forma de publicação diferente, através de Crowdfunding (para saber mais, clique aqui), e eu estava bem curiosa para saber como seria o trabalho deles, e me surpreendi positivamente com a qualidade. É visível, a capa é linda, condizente com a história e caprichada. Há pouquíssimos erros de revisão. A diagramação também é caprichada: margens, espaçamento e letras de bom tamanho. Os capítulos se iniciam sempre em páginas ímpar, e a primeira letra é de uma fonte diferente. As páginas são amareladas. Tem um mapa da Terra dos Sem-Coração no início. Ou seja: a Bookstart não fica devendo em nada se comparada com as grandes editoras do Brasil.

fechadura, livro, azul
"Só olhe através da fechadura se você quiser ir para a Terra dos Sem-Coração e nunca mais sentir o que lhe fere."


 Imaginem o pequeno susto que tive ao ver que tem um buraco de fechadura na antepenúltima página do livro! Eu é que não ia me arriscar a ficar encarando ele, vai que...

 Enfim, "Rainha dos corações congelados" é um livro que gostei e indico para quem procura uma leitura rápida, divertida, gosta de fantasia ou procura uma boa obra nacional. É indicado tanto para leitores novinhos quanto para leitores mais experientes.

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha e que leiam "Rainha dos corações congelados" quando tiverem a oportunidade.

 Detalhes: 210 páginas, ano: 2015, ISBN-13: 9788568629239, Skoobpágina do livro no Facebookpágina da autora no Facebooksite da autoraleia um trecho no wattpad. Onde comprar online: na loja da editora (clique em "avaliações", usando o código #BlogPetalas na hora de finalizar a compra ganha desconto), e-book na Amazon.

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
15 comentários via Blogger
comentários via Facebook

15 comentários

  1. Oiii, tudo bem?
    Gente, que livro é esse? Preciso ler para ontem, que diagramação mais linda e encantadora, gostei realmente, fazia tempo que não enlouquecia por causa de um livro. Vou dar uma pesquisada sobre os sorteios.
    Beijos ��

    ResponderExcluir
  2. Fiquei bem curiosa com a premissa dessa história, confesso que no início da resenha fiquei um pouco com pé atrás (não sou muito fã de romance), mas ao longo da resenha fui achando tudo muito louco de um jeito divertido. Quem sabe um dia eu consiga ler, né?
    E adorei a capa!

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  3. OLá, tudo bem?

    Essa é a primeira que leio algo do livro. Achei muito interessante a premissa, e ela me chamou muito a atenção. A capa está linda e eu amo um romance, fantasia, aventura... com certeza o livro me agradaria muito.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, realmente eu não conhecia a obra. Gostei de saber que é o início de uma série, isso prende ainda mais o leitor. Gostei do enredo, é algo que eu leria fácil ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  5. Parece mesmo ser um livro muito legal. Gostei muito da sua resenha,foi bem esclarecedora pra mim,me convenceu totalmente.Adorei e com certeza vou considerar lê-lo um dia.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. A capa desse livro é muito linda, poética. Acho que é a primeira resenha, e por seu texto, achei o enredo inovador, curioso e interessante. Agora, me desmotivou um pouco saber que é uma série, cansei de livros com continuação, mas, quem sabe se eu ler o primeiro, não consiga resisti e leia toda a série.

    ResponderExcluir
  7. Ir pra onde num sentiria mais o que/quem me fez sofrer e tal... É, quero ler a obra! :D A capa é uma coisa a parte, linda demais! :D <3
    Ainda nao conhecia o livro, mas me encantei e quero ler! \o\
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Acho que foi aqui no seu blog mesmo que eu li sobre esse livro e fiquei muito curiosa mesmo. Acho que deve ser uma história bem criativa e diferente, toda essa coisa de tirar o coração é curioso.

    beijos :*

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não conhecia essa editora, mas achei o enredo do livro interessante. Não é uma leitura que eu faria agora, mas ainda assim vou colocar o livro na minha lista.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu estou morta de amores por essa capa!
    Não sabia que a autora era brasileira, amei! Estou louca para ler e só de olhar a sinopse eu fiz essa pequena ligação com Alice e Nárnia que vc citou!
    Gostei da observação de como bombear sangue sem coração kkkk eu tb sou assim, mesmo sendo fantasia, fico questionando essas coisinhas kkkk

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  11. Oie tudo bem, eu lembro do post sobre suas impressões e gostei de saber mais sobre o enredo, e fiquei curiosa para saber como termina, dica anotada! Bjkas

    ResponderExcluir
  12. oi, tudo bem?
    Não sei explicar o porque, mas não fiquei muito interessada no livro. Acho que é o momento. Mas gostei de saber desse toque de Alice e Nárnia. Acho que seria uma boa leitura para o futuro

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. A única coisa que não me animou pra fazer a leitura dele é por se tratar de uma série, ando dando preferência a livros únicos, mas achei a premissa encantadora... a diagramação está linda tbm...
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Hey,
    Gostei da premissa, mesmo que o negócio da circulação que você levantou tenha me feito estranhar aqui... Achei interessante as referências de pesa na escrita e também gosto de personagens com um senso de humor, acho que deixa a narrativa bem mais gostosa de se ler.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  15. Oiee, tudo bem?

    Achei o titulo do livro tão bonito! Que bom que você gostou. Sua resenha me deixou curiosa para ler o livro. Parabéns para a autora.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo