sábado, 22 de abril de 2017

Resenha: livro "Ninfeias negras", Michel Bussi

 Olá pessoal, tudo bom com vocês? No post de hoje venho comentar sobre minha experiência de leitura como o livro "Ninfeias negras", escrito pelo francês Michel Bussi, e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro em 2017. Lembrando que o livro está sendo sorteado no blog, e para concorrer é só comentar nos posts do Pétalas de Liberdade durante o mês de abril, mas é preciso deixar nome e -mail para contato nesse formulário.

Resenha, livro, Ninfeias-negras, Michel-Bussi, editora-arqueiro, monet, opiniao, critica, fotos, capa, trechos, quote, giverny, romance-policial, sorteio

 "Tenham certeza de uma coisa, uma só: não há coincidência alguma em toda essa série de acontecimentos. Nada foi deixado ao acaso nessa história, muito pelo contrário. Cada elemento está no seu lugar, exatamente no momento certo. Cada peça dessa engrenagem criminosa foi cuidadosamente posicionada e, acreditem, posso lhes jurar sobre o túmulo do meu marido: nada poderá detê-la." (página 75)

 Talvez vocês já tenham ouvido falar no pintor francês Claude Monet (1840-1926). Ele morou parte da sua vida em Giverny, uma cidadezinha que ficou famosa por ser o cenário de alguns dos quadros mais famosos do pintor, entre eles, uma série de quadros onde ele retratava plantas chamadas ninfeias. É em Giverny que a história do livro se passa. Um médico é encontrado morto, com uma punhalada no coração, tem o crânio esmagado por uma pedra e depois é arrastado de forma que sua cabeça fique submersa num rio de pequena profundidade e extensão de Giverny, aí começa a investigação sobre quem matou o médico Jérôme Morval.

 O excêntrico inspetor Laurenc Sérénac e seu ajudante, Sylvio Bénavides, são os encarregados da investigação. O início da obra nos leva a crer que três personagens femininas possam ter envolvimento com o crime. A primeira é Fanette, uma garota de dez, quase onze anos, que sonha em seguir os passos de Monet (no bolso de Jérôme Morval foi encontrado um cartão de aniversário para alguém que estaria completando onze anos). A segunda é a bela professora da escola, Stéphanie Dupain, casada com um marido ciumento e, segundo fotos anônimas, alvo do interesse amoroso de Morval (ainda que ele fosse casado). E a terceira é uma senhora de 84 anos, que vive num moinho, e é a única personagem que narra em primeira pessoa (as demais partes são narradas em terceira pessoa), alguém em quem supostamente ninguém prestaria atenção, por sua idade avançada, mas é uma personagem capaz de coisas que inicialmente chocam.

 "- Olhe para esse jardim, inspetor, as rosas, as estufas o laguinho. Vou lhe revelar um outro segredo. Giverny é uma armadilha! Um cenário maravilhoso, sem dúvida alguma. Quem poderia sonhar em viver em outro lugar? Um vilarejo tão bonito. Mas vou lhe confessar: o cenário está paralisado. Petrificado. É proibido mudar a decoração de qualquer casa, pintar uma parede, colher uma mísera flor. Dez leis proíbem tudo isso. Nós aqui vivemos dentro de um quadro. Estamos emparedados!” (página 166)

 "Ninfeias negras" só me conquistou mesmo nos capítulos finais, com a resolução do mistério do caso (que pode não agradar todo mundo, mas agradou a mim). Até então, era apenas mais uma leitura sobre a vida em um lugar turístico, que não é o mar de rosas que quem só passa por lá de visita pode imaginar, uma história sobre a arte e Monet, e um daqueles suspenses policiais onde todos são suspeitos e o quebra-cabeças do caso parece ter muitas peças que dificilmente se encaixam. Já estava ficando até irritada, pois toda hora que parecia que uma parte do mistério (cada vez maior) seria solucionada, a narração mudava de foco! Aí vinha uma pista, e a narração mudava de novo. Além disso, o tal do investigador estava Sérénac só se interessava pela linha de investigação que conduzia à professora Stéphanie! Até que veio a resolução do caso, foi como "levar um soco no estômago" (nunca levei um [e nem quero], então não sei exatamente como é a sensação, mas imaginem levar um choque). As pistas estavam todas lá! Não ficou furo nenhum. E para conseguir escrever uma história dessas, tenho que tirar meu chapéu (imaginário) para o autor, pois haja criatividade!

 "Agora, James quer viver!
 Não para não morrer. Sua vida tem tão pouca importância. Quer viver para impedir o que advinha, para deter aquela monstruosa e inelutável engrenagem, aquela terrível maquinação na qual ele não passa de um restolho, um drama secundário." (página 149, um dos capítulos mais impactantes do livro para mim)

 Sem dar spoilers, o que já falei lá no instagram e que repito aqui, é que a história fala sobre uma coisa que infelizmente existe, mas tem que acabar! Nenhuma pessoa merece passar por isso! Temos que lutar para que esse tipo de comportamento deixe de existir!

 "Não sei se vocês repararam, mas cada vez mais são as mulheres que dirigem esses imenso veículos. Principalmente na zona rural. Há algum tempo nunca se viam mulheres dirigindo ônibus. Isso com certeza se deve ao fato de, nos vilarejos, apenas os velhos e as crianças usarem o transporte público. Sim, só pode ser por isso que chofer de ônibus não é mais uma profissão masculina." (página 46, Michel Bussi, através da velha do moinho, fala sobre algo que já foi mencionado nas minhas aulas na faculdade: quando uma profissão fica desvalorizada, os homens as abandonam e as mulheres acabam ocupando essas vagas, é o que aconteceu na Pedagogia [meu curso], na página seguinte ele comenta, ainda através da personagem idosa, como os táxis, em sua maioria dirigidos por homens, cobram caro de quem não tem outra opção.)

Resenha, livro, Ninfeias-negras, Michel-Bussi, editora-arqueiro, monet, opiniao, critica, fotos, capa, trechos, quote, giverny, romance-policial
Resenha, livro, Ninfeias-negras, Michel-Bussi, editora-arqueiro, monet, opiniao, critica, fotos, capa, trechos, quote, giverny, romance-policial, sinopse, contracapa
Resenha, livro, Ninfeias-negras, Michel-Bussi, editora-arqueiro, monet, opiniao, critica, fotos, diagramação, trechos, quote, giverny, romance-policial

 A edição da Arqueiro traz uma capa bonita (adaptada da original), páginas amareladas, letras, margens e espaçamento de bom tamanho. Há uma parte onde há uma pequena "confusão" de narração entre primeira e terceira pessoas que não sei se foi um erro ou uma pista.

 "De repente, Sylvio põe as duas mãos espalmadas sobre a mesa.
 - Bonita ou não, a questão não é essa. Não é assim que funciona. É uma imbecilidade querer que sua mulher seja a mais linda do mundo. O que isso quer dizer? Não é uma competição! Sempre vai haver em algum lugar uma mulher mais bonita do que a que vive ao seu lado. E, mesmo que você consiga se casar com a Miss Universo, um dia ela vai acabar envelhecendo. Seria preciso pôr a nova Miss Universo na sua cama todos os anos, é isso?" (páginas 82 e 83, o Sylvio foi um dos personagens que mais gostei!)

 Enfim, "Ninfeias negras" é um livro surpreendente, daqueles em que não se pode confiar em ninguém. Pode não ser uma leitura que prende rapidamente o leitor, pela grande quantidade de pistas e pelo tempo que elas demorar para se encaixar, mas foi um livro que eu terminei e fiquei pensando por muito tempo nos personagens e na história, eles foram me cativando aos pouquinhos. Ressalto que há cenas bem pesadas na trama, esteja preparado. Por fim, digo que depois de tanta tensão e sofrimento, bem que o Michel Bussi poderia ter escrito pelo menos mais uma cena para aquecer um pouquinho mais os nossos corações com aquele desfecho. Se posso lhes dar mais um conselho antes de iniciarem a leitura: não acreditem em tudo o que é dito no livro, há muita coisa para desviá-los do foco.

 Detalhes: 352 páginas, ISBN-13: 9788580416329, Skoob. Onde comprar online: Submarino, Americanas.

 Por hoje é só, espero que tenham gostado do post. Me contem o que acharam da resenha. E se quiserem concorrer ao livro, aproveitem que estamos nos últimos dias.

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobInstagramYouTube| Snapchat: marijleite_pdl

29 comentários:

  1. Oi, Marijleite!
    Eu amei esse livro! Fiquei perdida com a quantidade de pistas e informações que não encaixavam de jeito nenhum. Aí veio aquela solução maravilhosa que eu também não esperada. Quero ler o outro livro do autor lançado antes aqui, é super elogiado também.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari,as pessoas que me conhecem sabem que sou vidrada em livros investigativos.
    Acho que a maioria dos curiosos são. Rsrs.

    Essa é um tipo de história, que fico torcendo para chegar ao final logo.Para conferir se eu estava certa ou completamente errada em minhas conclusões.

    E quase sempre erro feio!


    Adorei a sua resenha. E aguçou ainda mais minha vontade de lê-lo. :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Maria!
    Adorei a resenha, parabéns, mto bacana esse enredo, estou louca pra ler, já me indicaram, e tenho ctz q irei gostar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que livro é esse? Nos leva a querer desvendar o mistério em um dia só né? Não da pra parar de ler rs. Gostei!

    Tem posts novos lá no blog, com resenha e tudo mais, vem conferir?
    http://www.espacoteenblog.com/
    Um super beijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Mari!
    Já estou concorrendo ao livro e quero demais poder ler, porque achei tudo bem intrigante, três protagonistas de idades diferentes, falar sobre Monet e ver as reviravoltas que o mistério traz no decorrer do livro e no final, ando curiosa.
    Adorei a resenha.
    Bom final de semana!
    “Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Estou ansiosa para ler esse livro! Gosto muito de enredos com mistérios e investigação. Pistas que nos deixam perdidas e com grande expectativa para chegar ao final.
    Sua resenha está perfeita e me deixou com mais vontade de conhecer essa obra!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros de suspense, eu achei está história muito interessante!! Para uma trama diferente, três mulheres, com idades distintas, mas com o mesmo objetivo, ir embora da cidadezinha de Giverny !! Fiquei super curiosa para conhecer essas três mulheres!! Gosto de livros personagens bem construídos e desenvolvidos!! O livro parece ser cheio de pistas, mas o final nem sempre é aquilo que imaginamos. Fico admirada quando o autor consegue surpreender os leitores!!

    ResponderExcluir
  8. Já quero ler!!! Adoro livros com mistérios!

    ResponderExcluir
  9. Ola
    Esse livro está na minha lista de desejados, sem contar que já li otimos comentários a respeito. Esse gênero chama muito a minha atenção, especialmente pelos elementos comentados em sua resenha. Fiquei ainda mais motivada para conferir.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mari!
    Li esse livro no início do ano e amei! <3
    Eu acabei conseguindo adivinhar algumas partes antes da revelação! o/ Mas isso não tirou o brilho da história para mim. Fiquei chocada com as revelações que vão vindo a seguir!!! :O
    Quero muito ler outros livros do autor.
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá Mari!
    Que livro instigante! Eu sou bem apegada a todo esse suspense. Não é meu gênero favorito, mas é uma leitura que aprecio muito e com certeza agora quero ler Ninfeias. Essa senhorinha me deixou empolgada hahahahahahaha E olha que essa é a primeira resenha do livro que leio... Adorei a resenha e obrigada pela indicação!
    Bjs e até mais!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi. :)
    Não curto muito esse gênero, mas confesso que sua resenha me agradou demais. Fiquei curiosa pra saber e desvendar o mistério.
    Ótima resenha flor, parabéns.
    Blog As Meninas Que Leem Livros
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Adoro essa sensação de ficar com os personagens, mesmo quando o livro se encerra. Acho que isso é sempre um bom sinal.
    Fiquei curiosa quanto a trama e espero ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Nossa, que ruim isso de o livro só ter que te conquistado nos capítulos finais. Eu particularmente fico bastante incomodada quando isso acontece...
    Até acho a história interessante, mas tenho lido muitas coisas do gênero no momento, tenho medo de saturar hahahaha.

    ResponderExcluir
  15. Gente, que livro mais misterioso!
    Adorei o fato da gente ter que ler com um pé atrás, eu já sou a louca das conspirações, daquelas de ler com bloquinhos e anotar coisas relevantes, sou viciada em tentar descobrir o desfecho antes de realmente ler, rs. Adorei a idéia da obra, quero muito!!

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    A cada resenha que leio do livro fico ainda mais curiosa para ler esse livro. Cada vez que leio que o livro é surpreendente, fico ansiosa para ler!
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  17. Oi, Mari!!
    Amei a resenha e estou muito curiosa para ler esse livro!! Desde o seu lançamento fiquei de olho nesse livro e espero ler muito em breve essa história fantástica!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Oiee!

    Adorei a premissa do livro e estou muito curiosa para lê-lo!

    Amo histórias que me fazem de trouxa ( no sentido de achar que sei tudo e no fim é totalmente diferente) kkk essa reviravolta é emocionante né? aguenta coração!

    Ótima resenha!

    Beijos!
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Desde seu lançamento que estou enamorando esse livro. Sinto que sou a unica no mundo que está deixando essa obra tão elogiada (inclusive por você) pra trás. Tá na hora de consertar isso... Adorei a sua resenha
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  20. Olá!! :)

    Eu já tinha ouvido falar deste livro. ainda bem que gostaste de fazer a leitura!! :) Estou curioso...

    Gostei de conferir a resenha e o top comentarista... So e pena que não prenda logo de inicio o leitor...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  21. Oi! Simplesmente adoro livros assim *-* Onde nada é o que parece... Mistério, investigações, me deixam muito empolgada e não é por acaso que desde que lançaram esse livro fiquei com vontade de ler.
    Adorei suas impressões e pretendo ler em breve :*

    ResponderExcluir
  22. Esse é um livro que eu sempre ouvia falar, mas que até então desconhecia sobre seu conteúdo, e tenho que confessar que ao mesmo tempo que me chamou a atenção... por outro lado não me cativou tanto. Gostei dessa história sobre o mistério, gostei de saber que é perfeito, sem furos ou falhas, mas saber que o livro não é tão envolvente o tempo todo pode ser um empecilho para mim. Eu tenho sérios problemas acerca de livros que não conseguem me cativar logo no início, mas acho que minha curiosidade para descobrir sobre o caso e o que houve irá me vencer e eu acabarei lendo. Curti muito a resenha e a dica, porque me despertou o interesse!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  23. Oii, tudo bem?
    Ouvi falar muitoo desse livro, tenho vontade de ler (apesar de não gostar de suspenses). Gostei de saber que é um livro que não tem pontas soltas, já peguei muitoos assim e fiquei meio traumatizada, hahaa.
    Dica anotada aqui.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  24. confesso que to curiosa pra ler, Maria ^^

    eu curto a obra de Monet, e fiquei interessada na leitura justamente pelas referências a ele, e por ser uma trama de suspense, claro... hehehe

    acredito que a narrativa de inicio lenta não vai me fazer desistir da leitura...
    dica anotada... bjs...

    ResponderExcluir
  25. Oi, Mari

    Eu tenho curiosidades de fazer essa leitura, pois as resenhas têm sido super elogiosas.
    Adoro o gênero e adoro quando o autor vai soltando várias pistas, que vai fazendo a gente desconfiar de todo mundo! Acredito que seria uma leitura muito prazerosa pra mim, mas ela terá que aguardar um pouquinho, pois agora estou cheia de leituras atrasadas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem? Nunca havia visto o livro antes. Eu sou muito visual, então a capa não me chamaria a atenção de jeito nenhum em uma livraria, mas lendo a sinopse e suas impressões, fiquei bem curiosa com a leitura, tem vários elementos que me atraem. Não vou te dizer que irei lê-lo, mas anotei a dica.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  27. Oie! Tudo bem?

    Na época do lançamento desse livro ele não me chamou a atenção, mas com o tempo notei que é uma história que com certeza chamaria minha atenção para uma leitura, e quem sabe se tornaria uma leitura proveitosa para mim!

    BJss

    ResponderExcluir
  28. Oii Mari, como vai? Adoreeei sua resenha! Eu estou maluca para ler esse livro, e agora fiquei ainda mais empolgada. Sou apaixonada por Thrillers e gostei muito da premissa de Ninfeias Negras. Espero ser tão surpreendida quanto você foi lendo o livro <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Eu já conhecia esse livro, ele está até na minha lista de desejados. Eu fiquei muito curiosa com a história, porque adoro livros de investigação e mistérios, fora que eu li muita coisa positiva dele e essa é a primeira resenha que leio que trás alguns pontos negativos. Eu não gosto dessa troca de narração entre 3ª e 1ª pessoa, fico confusa. Uma pena que você se envolveu só no final do livro, mas pelo menos ficou surpresa com o desfecho e que booom que não tem nós soltos, isso mata a leitura.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados