Resenha: livro "Maria Isabel & Soraia", Nara Tosta

 Olá pessoal, tudo bem? Na resenha de hoje venho comentar sobre minha experiência de leitura com o livro "Maria Isabel & Soraia", escrito pela Nara Tosta e publicado em 2017 pela Bambual Editora

Resenha: livro "Maria Isabel & Soraia", Nara Tosta
 A obra é composta por duas histórias independentes. A primeira é sobre Maria Isabel, uma mulher na casa dos quarenta anos, casada e com um filho adolescente, moradora do Rio de Janeiro. Maria Isabel, além de dona de casa, vende moda fitness para as amigas. É uma mulher ativa, que gosta de se exercitar, de frequentar a academia. É bonita e atrai olhares dos homens, mas os olhares de admiração que ela mais queria atrair, faz tempo que não se voltam para ela. O problema é seu marido, que só vive pensando no trabalho.

 "Maria Isabel quase morria de indignação quando isso acontecia, percebia que o mau humor e a falta de assunto do marido eram só com ela. Enquanto se consumia de raiva, retirava a mesa." (página 13)

 Ao longo da leitura é visível as inúmeras tentativas que Maria Isabel faz para tentar recuperar seu casamento, para fazer com que seu marido dê atenção à relação dos dois. Ela tenta conversar, ela tenta fazê-lo se interessar novamente por ela, ela ameaça, mas nada parece dar resultado. Seu marido acha que é tudo "coisa de mulher sensível", problemas que a Maria Isabel tem consigo mesma e que precisa resolver sozinha.

 Só que numa relação a dois, não tem essa de resolver os problemas conjugais sozinho. Para uma relação funcionar bem, os dois tem que se entender. Quando os objetivos e os desejos dois dois não combinam mais, não tem como a relação se sustentar. Através de Maria Isabel, a autora Nara Tosta trouxe muito da realidade das mulheres atuais; eu, casada há um ano, me identifiquei em diversos momentos com a personagem, nas tentativas de diálogo, na frustração quando os problemas voltam a se repetir, e acredito que quem vive um casamento também vá se identificar em algum ponto.

 "'Primeiro precisa praticar o autoamor, depois compreender que o amor entre um casal pode acabar.' Fez uma pausa. 'Quando admitir isso, entenderá que o amor é libertador, é sincero', sorriu." (página 49)

 Maria Isabel vive o dilema de continuar numa relação cômoda em alguns aspectos ou se arriscar sozinha em busca dos seus desejos e sonhos. Numa sociedade machista como a nossa, onde as mulheres são ensinadas que o casamento é mais importante do que seus desejos, Maria Isabel se sente culpada em diversos momentos, tem esperança de que as coisas possam melhorar na relação. Mas a autora conta a história de uma forma tão interessante, de modo que vamos conhecendo mais da protagonista e de seu marido a cada página. No início até podemos discordar de algumas atitudes da protagonista, mas chega o momento em que a máscara de um certo personagem cai e a gente lembra que a infidelidade não é só se envolver fisicamente com outra pessoa, mas também brincar com os sentimentos dos outros, deixar que a outra pessoa acredite que é amada e aceita de verdade, quando, na verdade, isso nunca aconteceu.

Resenha: livro "Maria Isabel & Soraia", Nara Tosta

 A segunda história é sobre Soraia, uma mulher batalhadora, também na casa dos quarenta anos. Conseguiu se livrar de um marido violento com quem foi obrigada a se casar muito jovem, tem dois filhos que são bons rapazes e é dona de um salão de beleza. No passado, Soraia não pôde viver seu grande amor, mas a notícia de que não existe mais qualquer chance de recuperar esse relacionamento, abala as estruturas da nossa protagonista.

 O que vemos na história de Soraia, são pessoas que se deixaram acovardar, que desperdiçaram o tempo que tinham para viver e ser feliz, e quando perceberam, já era tarde demais. No passado, Soraia foi ingênua e inocente demais, e brincaram com a vida dela, e continuaram brincando com o passar do tempo. Fiquei até a última página esperando uma revelação, algo que explicasse o que levou a mãe de Soraia a agir como agiu. O homem que a protagonista amou, construiu uma ilusão, algo próximo de uma obsessão doentia, só lendo para vocês entenderem. E o que era para ser um amor, se tornou algo sombrio que destroçaria Soraia.

 "- Estou cansada, muito cansada. - admitiu Soraia de olhos fechados em frente ao espelho, para não se encarar. (...) - Essa estória com Gustavo pôs fim a uma vida de fachada, de mentira, que vivia comigo mesma, fingia que era uma mulher feliz e realizada. Mas era frustrada e muito infeliz. (...) - Sempre fui só. Nunca consegui ser plena. Sucumbi ao meu fracasso como mulher que lutou pelos bens materiais e pelo amor dos filhos. Mas e eu, o que vivi pra mim? O que foi só meu nessa vida? - chorou. - Nada!" (página 157)

 A história de Soraia não é uma história bonita, é sobre alguém que vai ao fundo do poço, é sobre segredos que destroem, ao contrário da história de Maria Isabel, onde a verdade liberta. Em comum, as duas protagonistas tem a idade e o hábito de conversarem com suas consciências, além de relações conturbadas com a figura materna. Das duas tramas, a primeira foi minha favorita.

Resenha: livro "Maria Isabel & Soraia", Nara Tosta
Resenha: livro "Maria Isabel & Soraia", Nara Tosta

 A edição da Bambual é linda e inovadora: menor que um livro convencional e maior que um de bolso. A capa é muito bonita e na sua parte interna há uma poesia da irmã da autora, manuscrita pela mãe de ambas. As páginas são de um rosa claro e as letras são em uma cor entre o rosa escuro e o roxo. A diagramação tem fonte, margens e espaçamento de bom tamanho, além de ilustrações (ou fotos). Não me lembro de ter encontrado erros de revisão.

 Detalhes: 176 páginas, ISBN-13: 9788592320928, Skoob. Onde comprar online: loja da editorasite da coleção .

 Fica a recomendação de leitura, certamente você será tocado em algum momento pelas histórias de Maria Isabel e Soraia. Esse livro faz parte da coleção Mulheres Em Cena, das irmãs Nara Tosta e Lara Braga, a Lara escreveu "Em poesia", o melhor livro de poemas que eu já li na vida, já resenhado aqui no blog. Me contem: qual das duas histórias parece mais interessante? Já conheciam o livro ou a autora?





Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:


31 comentários

  1. Gostei do post! Segui o teu blog, podes seguir o meu? :)

    www.aflormaria.blogspot.pt

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oii,

    Não conhecia a autora. Pra falar a verdade, não gosto muito de literatura nacional, mas tenho curiosidade em ler alguma coisa novamente. Você me indica o livro da resenha?

    Beijos

    Meu blog é: http://espiraldelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Mari!
    Já tive oportunidade de ler esse livro com os contos que achei emocionante, cada um a sua forma.
    É um livro importante de ser lido para podermos conhecer a istória de mulheres batalhadoras, mas que por algum motivo, se desviam...
    Desejo uma ótima semana, cheia de luz e paz!
    “Que o novo ano que se inicia seja repleto de felicidades e conquistas. Feliz ano novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Já tinha visto algumas resenhas desse livro e confesso que fico muito dividida. Gosto de toda dramática contida nas estórias e de toda mensagem de força e superação que parece passar, enquanto algumas resenhas ficam falando de empoderamento feminino, feminismos e afins. Não gosto de nenhum tipo de ISMO, então preciso ler o livro para tirar minhas conclusões.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena. Feminismo é tão necessário e libertador.

      Excluir
  5. Parece ser um livro com historias de mulheres reais.. Não conhecia o livro e nem a autora, e não sei se leria também, mas indicaria fortemente pra algumas pessoas tirarem alguma lição da vida da Maria Isabel e Soraia.. Muito boa a indicação e o livro é lindo com as paginas rosas <3

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  6. Já estou amando o livro, apesar de ainda nem ter lido! Eu sei que vou amar, por contar a história de duas mulheres que são tão reais! O melhor desse livro é que nos faz refletir sobre nossas relações, sobre a sociedade machista e nossos limites! Quero muito ler esse livro!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Primeiramente, que edição mais linda, haha! Adorei tua resenha e fiquei bem curiosa para ler o livro. Ótima dica!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que delicia de dica menina, eu achei ótima a dica e ainda mais abordando mulheres fortes na nossa sociedade, de cara parece ser uma ótima e amei saber a sua opinião.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Nossa muito interessante essas histórias. Me pareceu serem bem realistas, apesar de ser uma ficção passa a sensação de que não é. Afinal quantas mulheres já viveu ou vivem nessa situação atualmente neh?!
    Adorei sua resenha, muito bem escrita.
    bjus

    http://naturezaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Olha, confesso que se eu só tivesse visto a capa e a sinopse, dificilmente iria me interessar em ler o livro. Mas após saber mais do que se trata através da sua sinopse, fiquei muito curiosa para ler. Acho que iria gostar mais da história de Maria Isabel, mas estou curiosa por ambas. Ótima resenha e obrigada pela dica!

    Abraços,
    http://literaleitura2013.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá... Eu não conhecia a autora... Mas apesar das histórias nos trazerem algumas lições eu não estou num momento para leituras assim.


    Bjs.
    Amanda Nery
    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Mari tudo bem?
    Menina essas histórias marcam a gente, ao mesmo tempo é muito empolgante em ler, como causa um certo desconforto e entristece a gente, mas eu acho que enriquece nossos conhecimentos, adorei sua resenha parabéns e obrigado pela dica! Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Eu amei demais esse livro, tanto esse quanto o Em Poesia. Adorei ver a sua resenha e poder conferir a sua opinião sobre esse livro. Eu acho a capa maravilhosa e a edição está um charme que só.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu acho essa capa e a diagramação lindas. Mesmo não sendo muito conhecedora de poesias, acho super interessante a forma como a autora retrata sobre tantos temas de forma bela.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  15. Olá

    Faz tempo que leio livros com histórias independentes. E eu amo! Sempre acho pontos de ligações entre as obras que me prendem na leitura.
    Fiquei encantada pelas histórias e a capa do livro é MARAVILHOSA!
    Espero que essa obra seja uma das minhas próximas leituras.

    Dica anotada. =**

    ResponderExcluir
  16. Fiquei curiosa para ler esse livro. Parece que são histórias que nos tocam, principalmente para mulheres. O fato das protagonistas serem na casa dos 40 anos também chama minha atenção. Acho que tem muitas histórias de mulheres jovens. É bom que essa representatividade também na idade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas fiquei interessada, ainda mais por ter personagens mais maduros no enredo! Dica anotada e parabéns pela resenha!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu me emociono com histórias de mulheres que são perseguidas por homens obsessivos. A história de Soraria parece ser muito triste, mas tenho esperança que seja uma história de superação.
    O formato do livro é interessante ainda mais porque mostra duas histórias distintas, sem conexão. Gostei da dica!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  20. Ola
    Primeiramente que edição incrível, esta realmente muito bonita e a editora caprichou.
    Sobre as histórias, nem sempre na vida real as pessoas tem finais felizes, e acho bacana qdo vejo isso em algum livro, sabe algo que nos mostra que estamos no mundo real? Chega uma hora que cansa ler somente livros que tudo fica bem no final. Com certeza irei ler esse livro.
    Gostei das fotos.
    Bjus

    ResponderExcluir
  21. Olá Maria, confesso que esse não é o estilo de obras que estou acostumada a ler e ela não me atrai, sabe? Achei muito legal o que você disse sobre a trama e gostei muito da forma como a edição é feita, mas não vou anotar a dica, pelo menos, não agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Opá pera ai que essa Maria Isabel pode ter algo para me ensinar. Gostei de mais da premissa da primeira história, sem desmerecer a segunda, só que senti uma ligação com o assunto. Adorei as fotos que mostram um livro belíssimo e como estou nesse momento ler coisas emponderadoras que ensinam vou colocar esse livro na lista de leitura. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    A história é muito interessante, e a parte gráfica do livro é muito bonita!
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Oii! AS duas personagens parecem possuir histórias de vida muito interessantes e emocionantes, já estou curiosa para saber mais sobre elas e como será o desenrolar das tramas. A sua resenha está ótima, obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  25. Oi Maria José, como está?
    ADOREI a proposta desse livro! Como raios eu ainda não tinha visto isso?! Gente, olha a falha minha!
    Tua resenha ficou excelente e com certeza a dica está mais que anotada, pois devemos valorizar a nossa literatura.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Não conhecia essa história. Amei a capa do livro e saber que conta a vida de duas personagens distintas e que aborda temas importantes e atuais. Dica super anotada. Se eu tiver oportunidade, lerei com toda a certeza. Parabéns pelo blog. Um beijo.

    ResponderExcluir
  27. Oi, Mari ^^
    Está ai um livro que desconhecia até então e foi graças a sua resenha que puder conhecer.
    Fico triste e ver que as histórias da Maria Isabel e Soraia refletem a história de muitas outras mulheres que estão presas em relacionamentos que pode não ser fisicamente mas que psicologicamente tem mais peso do que ser acorrentada. Pena saber que demorou tanto para elas perceberem que foram enganadas.
    Minha torcida é que elas encontrem a luz no final do túnel e se livrem desses embustes!
    Nunca é tarde para recomeçar e aprendi isso lendo O MARAVILHOSO BISTRÔ FRÂNCES. <3
    Parabéns pela resenha girl e fiquei com interesse de conhecer essa edição dessa editora que me é desconhecia. ^^
    Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Deve ser uma leitura interessante para quem curte este gênero literário, mas, infelizmente não é de uma temática que eu tenha o hábito de ler, então vou passar a dica desta vez. Boa sorte com o blog!

    Portal GATILHO
    https://portalgatilho.wordpress.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo